Avatar de: Adelino Moreira

Adelino Moreira





Ciclone

Adelino Moreira

Composição: Adelino Moreira

Ela se enamorou de outro rapaz
Assim que o ciclone atingiu nossos destinos
Nenhum de nós pensou voltar atrás.
Que orgulho! quantos desatinos!

Eu bebi champanhe em seu noivado,
Traguei minha mágoa no peito sem rancor
Fui o primeiro a chegar à igreja,
E amargurado, assisti o orgulho matar dois sonhos de amor

Um noite já muito tempo depois ela veio chorando, e chorando
Atirou-se em meus braços,
E disse ganhando meus beijos,
E disse ao sentir meus abraços,
Sou eu, que com fome de amor te vem procurar
Sou eu, sua voz doce e meiga, com prazer ouvir
Sou eu que cansei de mentir, de fingir e enganar
Sou eu, que cansei de outra boca beijar pensando em ti

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-