Avatar de: Amado Edílson

Amado Edílson

http://www.amadoedilson.com.br/

A Mulher da Blusa Amarela

Amado Edílson

Vocês estão vendo aquela mulher da blusa amarela e a saia de outra cor?
Vendo ela desprezada, lembraste que foi amada já foi meu primeiro amor
No tempo em que eu lhe amava, sorridente ela andava eu lhe enchia de amor
Por causa de conversinhas, de fofoca de amiguinhas essa mulher me deixou
Não acreditou em mim, tanto que eu lhe dei carinho pra ela foi tudo em vão
Nosso amor era tão louco, mais por conversa dos outros, ela me fez essa traição
Por causa da falsa amiga, deixou uma boa vida pra morar no cabaré
Passando por mão em mão, se vendendo por tostão, ficando com quem quiser,
pra ficar com quem quiser, ficando com quem quiser
Não pensava que aquela mulher da blusa amarela me fizesse essa traição
Mas o destino é cruel, ela deixou de ser fiel pra viver de mão em mão
Minha família tentava pra ver se eu me conformava com o desgosto que eu passei
Foi três anos de terror acreditando num amor e ter passado o que eu passei
Não podia ver aquela mulher da blusa amarela, que eu pensava em me matar
Meu desgosto era demais, comprei logo minha passagem e saí daquele lugar
Mas a lei de Deus não tarda, o que se faz a que se paga, essa mulher me pagou
Hoje vive sem ninguém, nem casa pra morar tem, e nem quem lhe dê amor
Doente em cima da cama, chorando o meu nome chama, mas a vida continua
Deixou de ser mulher casada, para ser mulher amada dos malandrecos das ruas
Eu tenho pena daquela mulher da blusa amarela e a saia de outra cor
A doença lhe rendeu, seu corpo enfraqueceu, morreu sem ter um amor
Eu tenho pena daquela mulher da blusa amarela e a saia de outra cor
A doença lhe venceu, seu corpo enfraqueceu, morreu sem ter um amor
e deixou livre o seu cantor

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-