Avatar de: Caju & Castanha

Caju & Castanha

http://www.trama.com.br/caju_e_castanha/index.html

Playlists
    1. O Pobre e O Rico
    2. Mulher De Amigo Meu
    3. Futebol no Inferno
    4. A Mulher Bonita E A Feia
    5. Poesia do "CU"
    6. O Ladrão Besta E O Ladrão Sabido
    7. O Crente E O Cachaceiro
    8. São Paulo X Corinthians
    9. Embolando Na Embolada
    10. Vendedor de Bucetas
    11. O Poder Que a Bunda Tem
    12. A Mulher do Corno Rico e a do Corno Pobre
    13. Flamengo X Vasco
    14. O Peido do Nordeste
    15. No Rap Ou No Repente
    16. Escola Nota Dez
    17. Coco do Trava Língua
    18. So Putaria
    19. A Herança da Minha Vó
    20. Futebol no céu
    21. Santos x Corinthians
    22. Desafio do Fla-Flu
    23. Brasil x Argentina
    24. Toque Meu Bem
    25. Vamos Cantar Embolada
    26. Corno Rico E Corno Pobre
    27. Embola Rep
    28. Todo Dia Na Escola
    29. Corinthians X Palmeiras
    30. A Gorda
    31. Corno X Prostituta
    32. Professor de Embolada
    33. Quem Ta Parado É Viado
    34. Melô da CPI
    35. Sofrimento No Busão
    36. Salário Do Deputado E Salário Do Operário
    37. De tudo um pouco.
    38. Casa de Corno
    39. No Aboio de Vaqueiro
    40. Gaguinho
    41. Humilhando Ronaldinho
    42. A Fome Zero Zerou
    43. Futebol Lá No Céu
    44. O Jogo Dos Cornos X Prostitutas
    45. Duvido Você Dizer
    46. História e Glória (O Nascimento)
    47. Vitória X Bahia
    48. A marvada pinga
    49. Corinthians x Santos
    50. O Véio
    51. Santa Cruz X Sport
    52. Água Fora Da Bacia
    53. Andando de Coletivo
    54. Forró Putaria
    55. Pelé Ou Maradona
    56. Caju Um Guerreiro
    57. Porfia De Caju E Castanha
    58. Zé Vigia
    59. Forrómangue
    60. Beijo no escuro
    61. O Taxisista
    62. Vindo Lá da Lagoa
    63. DNA - A Verdade Vai Mostrar
    64. Eu não agüento mais
    65. Cuidando da Natureza
    66. Bunitin, Cherozin, Charmozin
    67. Truva de São Paulo X Corinthians
    68. O Socó e a Aranha
    69. Melô dos camelôs
    70. Pra Que Chorar
    71. A história do Mamute
    72. Em frente à casa dela
    73. Fa Vela da Rocinha
    74. O Corinthians Dando Olé
    75. O Carrité do Coroné
    76. O Filho do Dr. E A Criança
    77. Desafio Em Carreirão
    78. Menina Diet
    79. A modinha do fuscão
    80. Nossas manchas
    81. Botafogo X Campinense
    82. Filho Do Dr. E A Criança
    83. Purucutruco
    84. A luz da lua
    85. Bahia X Vitória
    86. Lavadeira do Rio
    87. Bigorrilho
    88. Torcida Brasileira
    89. Tô Doidin
    90. A Fome Zerou Zerou
    91. Duvido Você Dizer

    Embolando Na Embolada

    Caju & Castanha

    Composição: Caju/Castanha/Albiratan de Melo

    É bonito se olhar
    A estrela matutina
    Se abraçar com as meninas
    E se banhar na beira mar

    E agorapra completar
    Esse é Castanha e Caju
    E o negócio é com tu
    Que agora eu vou te pegar
    Aí canta eu e canta tu

    Vamos cantar um trocado
    Na quina, frente de lado
    Que eu garanto emburacar

    Vai emboraseu veado
    Macaco da cara preta
    Nego do pé de gaveta
    Rapariga de azar

    Eu vou te dar a tua letra
    Nego da serepopeia
    Macaco do pé de areia
    Tromba do pai do azar

    E agora eu vou te pegar
    Nego do cabelo ruim
    Ladrão de amendoim
    Focinho de tamandua

    E agora eu digo assim
    Tá com o cabelo repartido
    Anda procurando o marido
    Olha o seu homem onde é que está

    Olha o teu homem onde é que está
    E o cabelo do senhor
    Só vai com o ciscador
    Quando o governo comprar

    E mostre o seu valor
    Tenha cuidado negão
    Eu vou lhe casar com João
    Eu digo que posso provar

    E vou lhe pegar com um barrão
    E você pode acreditar
    Que você não tá com nada
    Você só tem é zuada
    Que nem puta no fuá

    Perante a rapaziada
    E agora lhe dou um chute
    Com meu amigo Vanutti
    E agora vou lhe lascar

    Eu quero lhe avisar
    Segura amigo João
    É com o pandeiro na mão
    Que a tampa vai pipocar

    E lá vai outro carrerão
    Bata de lá no pandeiro
    Reto, pesado e maneiro
    Que eu garanto emburacar

    Seu veado velho gaeiro
    Vá se embora nego feio
    Cabelo de surrupeio
    Que eu agora vou lhe acunhar

    Olha o que eu tenho pra lhe avisar
    Que esse negão inoivou
    Com uma menina em Goiânia
    A moça era tão bacana
    Era filha de doutor
    Um dia ele se embriagou
    A moça mandou acabar
    Ele ficou bêbado num bar
    Na fazendo Livramento
    Se agarrou com um jumento
    Papai eu quero mamar

    E mais eu tenho entendimento
    Esse rapaz inoivou
    Com uma galega em Goiânia
    Uma memina tão bacana
    Que é filha de um doutor
    Um dia ele acertou
    Pra dormir na casa dela
    De noite foi bejar ela
    O quarto da moça errou
    Quando ele se abaixou
    Foi na banana do pai dela

    E faça lá sua cautela
    Também vou avisar
    Você pode acreditar
    Que esse bicho é amaldiçoado
    Ninguém se confia nele
    Matou o pai e a mãe dele
    Lá dentro do engenho Frecheiro
    Depois amigou-se
    Com um tal de pai-de-chigueiro
    Tirou o coro de uma cabra
    Fez um vestido pra ele
    Que ele montava no bode
    E o bode montava nele

    E eu quero dizer a ele
    Caju é amaldiçoado
    Tudo que ele vê inventa
    Namorou com uma jumenta
    Que era rei do cercado
    Um dia ele amanheceu abusado
    Eu não sei porque foi
    Ele foi comer arroz
    Lá amolou um afaca
    Que ele foi mamar na vaca
    E lá errou e mamou no boi

    Eu não sei oque foi
    O negocio é com nós dois
    Pode cantar animado
    Agora é acelerado
    E a tampa vai avoar

    E você pode acreditar
    Que é depois que eu me abusar
    Relo e rapo, tampo relo
    Rampo relo, tampo ralo
    Remendo tampo e destapo
    E a gota já quer me dá

    Olha que eu tenho pra lhe avisar
    Eu viro o dedo, viro a unha
    Viro a unha, viro dedo
    Viro a carta e o segredo
    Viro o réu e testemunha
    Viro a enxada e a cunha
    Viro a maré e viro o mar
    Barababá, berebebé,biribibí
    Botei aqui tirei dali
    Tirei dali joquei pra lá

    Eu quero lhe avisar
    Lá em casa de manhã
    Tem hora que eu tenho desgosto
    Quando eu vou banhar meu rosto
    Que eu olho pra minhas irmãs
    Tem uma feito uma rã
    Outra querendo voar
    Uma diz quero comer
    Outra diz quero beber
    E eu sozinho pra trabalhar
    Só em nome de menina
    Tem Odete, Marinete
    Luzinete, Orelina
    Paula, Paulina e Judite
    Tem Donana e Catarina
    Severina a Agripina
    Mariana e Jormerlina
    Tem Amália, tem Rosália
    Gonzaga, Severina
    Eunice, Berenice
    Creonice, Olentina
    Tem uma tal de Aiá
    Uma tal de Damiana
    Que a nega toma uma canaDos dois olhos atravessar
    Uma tal de Lucimar
    Que a bicha é feia demais
    Tira pó e bota pó
    E não sai mais do caritó
    Não acha com quem casar
    E é feia de admirar
    E ainda tem um defeito
    É doida e só tem um peito
    E é desse negão mamar

    Eu dou a largura no oito
    Você me preste atenção
    Barababá, berebebé,biribibí
    Botei aqui tirei dali
    Tirei dali joquei pra lá

    Eu vou passear
    Vou passear
    Em Olinda
    Naquela praia tão linda
    Me lembro da beira-mar

    1. Faça seu login e cadastre-se
    Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
    -