Avatar de: Gilberto Alves

Gilberto Alves





Luar de Vila Sônia

Gilberto Alves

Luar,
Mas nada me seduz
Senão chorar pensando em ti.
Luar,
Sonho banhando em luz.
Agora eu sei o que perdi.

É noite, e tudo se desfaz
Na fria solidão da lei.
Noite sem Deus,
Noite sem paz.
E tudo foi humano,
Errei.

Mas 'inda tenho coração
E tudo pode acontecer.
O despertar da redenção
De um terno amor,
O alvorecer.

Amor,
Um alívio para insônia.
Perdão,
A graça para o fim.
Quero o luar de Vila Sônia
Para morrer cantando assim.

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-