Avatar de: Isac Santos

Isac Santos





Herança

Isac Santos

Deus, quero minha herança
Não importa quanto tempo
É preciso esperar
Quero fazer como fez calebe
Por quarenta e cinco anos
Não deixou seu coração envelhecer.

E o tempo foi passando,
Os combates se findando,
Chegou para josué e assim falou: "me dá o que é meu!"
Era terra de gigantes, mas tão forte como antes
Assumiu mais um combate
E tomou posse do que era seu.

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu deus, quem impedirá?!
Se ele começou, a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar.

Deus, quero minha herança
Não importa quanto tempo
É preciso esperar
Quero fazer como fez calebe
Por quarenta e cinco anos
Não deixou seu coração envelhecer.

E o tempo foi passando,
Os combates se findando,
Chegou para josué e assim falou: "me dá o que é meu!"
Era terra de gigantes, mas tão forte como antes
Assumiu mais um combate
E tomou posse do que era seu.

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu deus, quem impedirá?!
Se ele começou, a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar.

Quem começou em mim, a boa obra é fiel
Para terminá-la eu sei!
Quem começou em mim, a boa obra é fiel para
Terminá-la.

Aquilo que é meu, ninguém irá roubar
Agindo o meu deus, quem impedirá?!
Se ele começou, a boa obra em mim
Ele é fiel e vai um dia terminar.

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-