Avatar de: Roberto Silva

Roberto Silva





Meu Pranto Ninguém Vê

Roberto Silva

Canto
Pra fingir alegria
Eu canto
Pra esquecer nostalgia
Aquela ingrata é culpada
Do meu sofrer não ter mais fim
E a malvada ainda acha
Que tem o direito de zombar de mim
E a malvada ainda acha
Que tem o direito de zombar de mim
Faço do verso uma arma pra me defender
Tenho meu pinho que ajuda a enganar meu sofrer
Pra ninguém notar, pra ninguém sorrir
E é só no coração que eu sei sentir
E o pranto meu ninguém vê cair
Camto
Pra fingir alegria
Eu canto
Pra esquecer nostalgia
Aquela ingrata é culpada
Do meu sofrer não ter mais fim
E a malvada ainda acha
Que tem o direito de zombar de mim
E a malvada ainda acha
Que tem o direito de zombar de mim
E a malvada ainda acha
Que tem o direito de zombar de mim

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-