Avatar de: Zé Mulato e Cassiano

Zé Mulato e Cassiano





Cinquentão

Zé Mulato e Cassiano

Depois que passa dos 50 o homem fica treteiro
Muitas coisas ele inventa pra livrar do desespero
O trem que era uma pimenta hoje não tá mais ligeiro
Perde a fé na ferramenta e apela pro raizeiro
Mas nem sempre um curador é o melhor conselheiro.

Para melhorar, meu filho, foi falando o curandeiro
Esperteza é muito bom e não lhe custa dinheiro
Arranje um amor lá fora bem longe do seu terreiro
Quanto mais longe melhor para evitar fuxiqueiro
Formiga esperta não corta em volta do formigueiro.

Dá até pra viver bem se o caboclo for trecheiro
Uma visitinha em casa e outra no amor passageiro
É somente um enfastio, me disse um velho mineiro
Feijão com arroz todo dia desanima o companheiro
Enjoou do marmitão, tem que mudar o tempero.

Tristeza do cinqüentão é notar que os janeiros
A cada ano que passa ficam bem mais traiçoeiros
Aparecem as macacoas, ele já fica cabreiro
Espingarda que era boa, hoje falha o tempo inteiro
Vez em quando sai um tiro, mas não é dos mais certeiros.

Pelo excesso de uso não adianta mais armeiro
A espingarda é condenada, vai pro lixo ou pro ferreiro
Antes atirava à toa, bastava sentir o cheiro
Hoje o cano não faz mira, não quer ficar mais linheiro
Quando ameaça subir, a pressão sobe primeiro.

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-