Alcalyno

Alcalyno

Se ha abracos é que a forca
Acompanha a estrada
Que leva os homens
Que move as bocas
Que chega junto ao escravo
Medo incomum

Minha saliva alcalina
Musical e que te toca
A linha universal
Amor assim que me digere
Lambendo os dedos
E arrepios de prazer

Se a humanidade
Pede sua voz
Nao tenha medo
De entoar cancoes
Fazer valer direitos
Pra saborear melhor
O tempo que nos guia

Sabedoria popular
Que habita os confins
De nossa terra
Passageiros dessa nave mãe
Que encerra a lida
De um povo livre

Todo mundo é...
Todo mundo é...
Todo mundo é...
Todo mundo é...
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados