Ouvir Música

Sem Que Se Note

Alejandro Sanz

Pus um pouco de imaginação
Não foi um milagre com perdão de Deus
Jamais senti essa força em mim

Sem vaidade, sem ego nem ambição
Te digo mas não sei se com ousadia
Mas coragem e esperança sim

Em teu olhar curei minha febre
E foi de repente
Os naufrágios eu engoli
E as feridas já não doem

Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a verdade que havia em mim
E que era imensa
Da rotina estava presa
Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a mentira que houve em mim que era intensa
Desaparece, só morre
E os medos se disfarçam e se escondem para não ver o sol
E se assustam oh uh...

Não foi a sorte quem me ensinou
Me atei à força que vivia em mim
Com sete chaves de imaginação
Ganhou minha ânsia e minha esperança
Venceu à minha mente desorientada
E assim escapei daquelas garras

E ao fogo lancei milhares de cartas e de palavras
Tesouros que não valem comparados com a tua alma

Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a verdade que havia em mim é tão imensa
Das promessas fica prisioneira
Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a verdade que havia em mim é tão intensa
Já não tem medo do que quer
Se desfez do disfarce com o qual oculta seu olhar
Se entregou ao encanto de brigar pelo que ama
Corações que se buscam naquelas madrugadas
São corações, são montanhas
Que não se escondem, que se falam

Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a verdade que havia em mim é tão imensa
Das promessas fica prisioneira
Sem que se note
Te olho e é sem que se note
E a verdade que havia em mim é que era imensa
Já não tem medo do que quer
Se desfez do disfarce com o qual se ocultou
Não se assusta, não
Não se assusta, não
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados