A História de Maria

Aline Frazão

Eu vou cantar a estória de maria
A crioula mais bonita da minha ilha
De boca em boca, de mão em mão
Esquina, canto, vento, roupa, água e sabão
Estória que ela não contou
Mas mesmo assim (é sempre assim) o povo escutou e falou
Maria é a crioula mais linda de são vicente
Seu corpo tem ondas do mar dentro
Quando ela se mexe é o centro
Das atenções
Dos olhares
Das vontades
Maria é a que todos desejam em são vicente
Musa que concorre com a lua
Quando anda no meio da rua
Dá canções
Dá suspiros
Dá vontades
Maria é a que todos falam em são vicente
Seu pai ninguém sabe quem é
Sua mãe preta é de são tomé
Deu mistura
A beleza das vontades
Dizem por ai as vozes da ilha
Por baixo do vestido de maria
Vive a mais bela escultura
Boca, cara, pés, cintura
A beleza
Da mistura dá vontade
E o mujimbo correu
O povo nunca esqueceu
Pelas mesas dos bares
Na rede dos pescadores
Pelos cantos dos lares
Lavadeiras, lava-dores
Curandeiro e meretriz
Cabo-verde inteiro diz
Que no peito maria tem uma cicatriz
Nas linhas das ruas o povo escreveu mil estórias e "porquês"
Verdades na voz e noites inteiras de contos de era uma vez
Jogando, cantando, fumando, inventando
Enquanto ela não se movia dali
Sozinha, pacata, discreta
No peito de maria
Uns dizem que é doença do coração
Outros dizem que é truque de atriz
Uns dizem que é castigo da tentação (sim ou não?)
Há quem diga que é marca de amor infeliz
Maria… maria… maria é quem nunca diz.
Maria das vontades
Maria dos olhares
Maria das atenções
Maria… das canções.
Maria… maria… maria é quem nunca diz…
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados