Burraco de Fundo

Banda Jenipapo

Moro num barraco de fundo
Não tem laje nem forro
As parede é de barro
E de barro deus fez o homem também

Se liga seu moço
Que aqui é maneiro
Pra morar na favela não tem choro nem vela
Tem que ser maloqueiro

Por isso eu sou maloqueiro
Mas aqui é diferente
Na pele é que se sente
No barro da gente o jeito brasileiro de ser

Moro num barraco de telha pequena
Quando chove tem muita goteira
Haja vasilha, usa as panelas meu bem

Dona abadia, não me leve a mal
Pra cantar no terreiro
Pra ter voz lá no morro
Tem que ser batuqueiro

Eu também sou batuqueiro
E o meu ziriguidum
Ele é verdadeiro
Bate dentro do peito como bate um pandeiro
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados