Ouvir Música

A Dança

Dustin Maia

O fim, é o que me motiva a cantar, é o que me motiva a falar de amor
E eu sei você não merece o amor e tudo que um dia eu te ofereci
Agora é dor que surge, agora é dor que invade
O meu peito e cala o meu coração
São tantas promessas feitas, são tantas palavras jogadas dentro do furacão da dor

Eu rabisquei no céu palavras de um futuro que eu queria pra nós dois
E como num papel você rasgou o tempo e me deixou a sós num quarto escuro de motel

São tantas promessas feitas, são tantas palavras jogadas dentro do furacão da dor
E por onde andam as pessoas que amam, como eu li nos livros? Livros de amor
Paredes vermelhas borradas por sangue, sangue que sai de mim e sai de vos
O teto negro sobre minha cabeça, tremendo como se por ele marchasse um batalhão
Tento entender as palavras que saem de mim e soam nas notas do violão
São presságios, é o futuro se anunciando em mais um dia de sol, ou não

Se lembra das tardes que passei ao seu lado, eu podia estar na rua ou por ai jogado
Eu escolhi você, escolhi amar, escolhi sorrir sabendo que um dia ia chorar
Você errou e eu também, então é assim ta tudo bem?
E se amanhã eu te desculpar e se outro dia agente se encontrar, não me olha assim Dizem que a esperança é a ultima que morre, mais eles mentiram, é a dor

Te dei meu nome, te dei meu mundo, te dei tudo e mais do que eu podia dar
Restou sua imagem, um quadro velho, papéis amarelos e eu a chorar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados