Filosofia Sertaneja

João Mulato e João Carvalho

No tinido da viola
É que começa a cantiga
O amor não faz morada
Em casa que tem intriga

A fome pede socorro
Pelo ronco da barriga
É melhor um mau acordo
Do que uma boa briga.

A cana passa chorando
Nas moendas do engenho
Retrato de mulher feia
É rascunho de desenho

Onde tem mulher bonita
É o mato que eu lenho
Se a morte é outra vida
Prefiro a vida que tenho.

Tem gato que perde o couro
Em casa de batuqueiro
É todo banhado a ouro
O sonho do garimpeiro

Viúva e água limpa
São de quem chegar primeiro
Mulher que teve dois homens
Não fica sem o terceiro.

A felicidade é o premio
Que no jogo não se ganha
O fracasso é o abismo
O sucesso é a montanha

No chicote do desprezo
É o coração que apanha
Macaco não bebe água
Em rios que tem piranha.

Do couro sai a correia
Da madeira sai graveto
Vaca arisca e touro bravo
Eu só gosto no espeto

O azar da sexta-feira
É só para frango preto
Por acreditar em Deus
Eu não carrego amuleto.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados