Ouvir Música

Misantropia

M-26

Suspira a alma cansada, derradeira
Que clama por trégua e sofre em vão

Ouça o caos rastejante que clama além das estrelas
Sob o manto da noite, além das esferas do tempo

Por entre as brumas da noite ele ascenderá renascendo
Em toda sua força imutável
Irrompendo do caos adormecido
Trazendo à tona a fraqueza revelando este estreito caminho
Por onde todas as sombras esgueiram-se
Murmurando seus mórbidos cânticos
Cheios de angústia e dor e lamentos vis

Tens nas agruras da vida infindo tormento
Pois nas areias do tempo erigiste teu ser
Temes da afiada ceifa o gume sangrento
E traz estampadas na face tristeza e dor
E quando no outono frio sopram os ventos
Atrozes lamentos ecoam fugazes ante teu fim
Ante teu fim

O cálido e doce beijo mortal sufoca a consciência
Acovarda o fraco e fútil ser a continuar escondendo-se na escuridão
Na ignorância, incapaz de mudar a própria sorte
Entrega-se a esta misantropia

Eis que se ouve então o último suspiro
Que revela o cansaço dessa alma tão sofrida
Foram tantas ilusões, pecados e mentiras
Tantas vezes percebia o que por certo lhe aguardava
Então frente à frente com sua verdadeira sina entrega-se
Sem mais lutar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados