Opera do Crime

Manifesto!

Preço do jogo é alto mas alguém tem que pagar
Se né policia pra abater é maluco pra matar
Primeiro ato muita treta resolvida na bala
Consumo alto de droga
Assalto à mão armada
A mulecada já não lembra de garrincha e pele
Quer correntão de prata boné shocks no pé
So se fo pra roba que lembra do playstation
Não que joga Tony Rawks que Golf Generation
Quer invadir a lotérica de glock na mão catar a boa e brincar de
Caminhão do faustão
Cobra as fita dos parceiro que mal considera
Que bota a pilha na loucura só pra fazer merda
Que cai na lábia da serpente maldita que seduz
E se rodar sem advogado carregar a cruz
Quantos eu já vi sair do x voltar pro crime duplo moral são judas repetiu muito esse filme
Fora os que saíram mal pudido mataram
Mal pegaram não pagaram fudidos se atrapalharam
O crime só cheira à rosas quando puxa mulher pa po gotera no bolso
Escolhendo a dedos o filé
Pois é só desse jeito perfume vem misturado
Com interesse e traição dando perdido no mesclado
História contada que não engana nem cego satisfaz o sujeito massageando seu elo lembro da treta furrada por causa de mixaria
Cata cheque leva perto promotor não da estia nem que sabe se sua mãe tem pressão alta se tem problema nos rins e o remédio tá em falta
Você pediu, no feriado uma presença rel primário cumprindo sem receber sentença, segue sem educação sem emprego sem orgulho
Segue essa opera de robô e venda de bagulho

Escolha o melhor lugar pra apreciar, matança cobrança vingança
Ver mãe chorar, pra cortina se abrir é preciso ter pulso firme
Pra ver não se envolver nessa ópera do crime

Escolha o melhor lugar pra apreciar, matança cobrança vingança
Ver mãe chorar, pra cortina se abrir é preciso ter pulso firme
Pra ver não se envolver nessa ópera do crime

Do barraco com goteira pa praiana de dois piso
A caranga e muito loca, mas o sono não é tranquilo
Cervejada, traga dose na rodada das vadia
Vive hoje como se fosse seu último dia
Reações inversas pra quem era e tropeça
Na nota da vingança beija o chão e ajoelha
Tem maluco nessas horas na espia na espera
Diz que te considera só pra vê se rola presa

Coroa desesperada filho é o astro do funeral
Enbalin ta sozin começo foi do cabral
De chibara enjanbrada pra xt invocada
Do 22 enferrujado pra quadrada niquelada
Geração que vem vindo sonha junto e se espelha
Depois de morto é lembrado como um herói a que na velha
Na garagem o bilhar.. Três loco pra vigiar o trabalho da dinheiro e muitos querem seu lugar
O maestro da orquestra desconheci a miséria
As cortinas que se abrem termina atrás da cela
Cai no doze quando sai vai po 157
E de graça a desgraça passa mar que se repete
O peso ta na cinta pra prova que é sem conversa
Corti ta garantida é no vale das bonecas se envolveu fudeu se cresceu e morreu o gueto é violento e o perdão é com Deus

Escolha o melhor lugar pra apreciar, matança cobrança vingança
Ver mãe chorar, pra cortina se abrir é preciso ter pulso firme
Pra ver não se envolver nessa ópera do crime

Escolha o melhor lugar pra apreciar, matança cobrança vingança
Ver mãe chorar, pra cortina se abrir é preciso ter pulso firme
Pra ver não se envolver nessa ópera do crime
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados