Ouvir Música

Versos de Pouca Rima

Teixeirinha

No improviso eu sou bravo
Na rima tenho tarimba
Eu não sou flor que se cheira
Nem sou água de cacimba
E atenção trovadores
Meu verso ninguém carimba

Teu verso ninguém carimba
As vezes acho que é mesmo
Depois começo a pensar
Eu também não ando a esmo
Do leitão derreto a banha
E já tá pronto o torresmo

E já tá pronto o torresmo
Não admito o insulto
Em homem atiro no peito
Em mulher atiro no vulto
Depois do defunto feito
Abro fogo no tumulto

Abre fogo no tumulto
Hoje tu morre de sede
Não sou tainha molóide
Que fica presa na rede
A bala volta zunindo
Eu sou a mulher parede

Tu és a mulher parede
O cedro se desincedra
Eu furo a parede a bala
Quem tem coragem não medra
És mole igual a borracha
E eu sou mais duro que a pedra

Tu és mais duro que a pedra
Companheiro não te exalta
Levanto a poeira baixa
E desço a nuvem mais alta
Rolo pedra morro acima
Coragem nunca me falta

Coragem nunca te falta
Sou lenha de cabreúva
Não vem cá rabo de saia
Querer dar tapa de luva
Mary eu te deixo mais feia
Do que uma noite de chuva

Do que uma noite de chuva
Tu não me banque o moleque
Eu não gosto de barulho
Nem aturo discoteque
Também te deixo mais feio
Do que um carro calhambeque

Do que um carro calhambeque
Da garrafa eu tiro a rolha
Faço tu pisar no asfalto
Até os pés criar bolha
Amanhã já sou sucesso
Na Zero Hora e Folha

Na zero hora e na folha
Na contracapa ou no centro
Meu nome dá em primeiro
Aí pra história eu entro
Dá o Teixeirinha por fora
E dá Mary por dentro

E dá a Mary por dentro
Por dentro com o nariz torto
Marinheiro que se preza
Não atraca em qualquer porto
E um trovador que nem eu
Só entra onde tem conforto

Só entra onde tem conforto
Lugar que tu nunca foi
Se eu agora te ofender
Espero que me perdoe
Puxo nas tetas da vaca
E atiro o laço no boi

E atira o laço no boi
Quem me ofende agita o povo
Agora eu te dou o troco
Fazendo este verso novo
O boi é maior que galo
E a galinha bota o ovo

E a galinha bota o ovo
Tu está no meu cadastro
O povo nos reconhece
Eu estrela e tu o astro
Da bandeira brasileira
Que está na ponta do mastro

Que está na ponta do mastro
A bandeira está por cima
O povo está nos ouvindo
Neste duelo de esgrima
Duvidando que outros façam
Versos assim de pouca rima

Ele
Verso assim de pouca rima
Igual a esse do tédio
Agora vamos embora
Esperar no nosso prédio
Duvido que outros arrumem
Seis rimas para remédio
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados