Poema da batalha

Transmissor

Sabe quando aperta-te o peito
angustiado permanece preso?
tente respirar com todo esse peso
Sufoca a alma e o orgulho
Pensa que quero ferir-te
machuco a ti e a mim.

equivocos sao como pedras
atingem a cabeça que se poe a ressoar
Vibraçao que arde, corta o coraçao.
retalhos de sentimentos largados pelo chao
colho-me, varro-me

Aspire meus erros e os jogue fora
limpe os vestigios lustre os absurdos
com esforço, talvez se tornem glorias

procuro a fronteira que me separa da exatidao
Sou imigrante, nao tenho permissao
choco-me com a guarda violentamente
Mas sou fraca, perco a batalha sangrenta
tanto sofrimento asteio a bandeira da paz.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados