Avatar de: Alcymar Monteiro

Alcymar Monteiro

http://www.alcymarmonteiro.com.br/

Playlists
    1. Asa Branca
    2. Ponta de faca
    3. Vaquejada
    4. Nem Olhou Pra Mim
    5. Dia da Mulher
    6. Rosa dos ventos
    7. Festa da Vaquejada
    8. Canção do Lenço
    9. Cavalo Alado
    10. Pirilampos "Homenagem a Lampião"
    11. Festrilha
    12. Morena Linda
    13. Lindo Lago do Amor
    14. Aurora Boreal
    15. Carmelita
    16. Forroteria
    17. Cometa Mambembe
    18. Diz Paixão
    19. O rei das Vaquejadas
    20. Festa do Boi
    21. A Filha do Fazendeiro
    22. Momentos de Felicidades
    23. Forró Dos Namorados
    24. Forró das Multidões
    25. Bumba Meu Boi Bumbá
    26. Eu Perdi Você Me Perdeu
    27. Cara metade
    28. Ruinas
    29. Vaquejada Feliz
    30. A Morte do Vaqueiro
    31. Forrobodó Baiano
    32. Bota Fogo No Forró
    33. Você Mexe Comigo
    34. Quem Brinca Com Fogo Pode Se Queimar
    35. Tarde Demais
    36. Dona do Forró
    37. Saga de um Vaqueiro
    38. Convivência
    39. Festa Brasileira
    40. Cavalo do Céu
    41. Separação
    42. Forrologia
    43. Cavaleiro Alado
    44. Forró de Olinda
    45. Você Na Minha Vida
    46. Verdes Canaviais
    47. Cabriola
    48. Espiritismo
    49. Vaqueijada Feliz
    50. Imaginário Popular
    51. Moça menina moça
    52. Quem Me Quer
    53. Represa do Querer
    54. Cadê minha Floresta
    55. Caminhada
    56. Toalha e Sabonete
    57. Homem Passarinho
    58. Carência de Carícia
    59. Riacho do Navio
    60. Desencontro de Primavera
    61. Por Amor Ao Forro
    62. Terço de Separação
    63. Quero Voltar Para a minha Bahia
    64. Corrida de Mourão
    65. Arraial das Arábias
    66. Tá Bonito
    67. Ecologia
    68. Pena de Passarinho
    69. O Reino da Pedra do Reino
    70. Esse Menino
    71. Bate Coração Por Maceió
    72. Amada Amante
    73. Coração Bate Sem Jeito
    74. Verdes Canaviais (Linda Barbalha)
    75. Nova Ilusão
    76. Maria Fumaça
    77. Linda Barbalha
    78. Um Recado,uma Sanfona uma Rabeca
    79. Nó em Pingo D'água
    80. 100 Anos de Frevo
    81. Engenho Velho
    82. Cadê o Boi?
    83. Ninguem Engana Ninguem
    84. Vem Que Tem
    85. Reino da Pedra do Reino
    86. Chorar Pra Quê?
    87. Casa Abandonada
    88. Jeito Maroto
    89. Meu Forró É Meu Canto
    90. O Cio da Terra
    91. Eletricidade

    Vaquejada

    Alcymar Monteiro

    Composição: João Alexandre/Zenilton

    Chegando mês de novembro
    Dando a primeira chuvada
    Reúne-se a vaqueirama
    Em frente à casa caiada
    Vão olhar no campo o pasto
    Se a rama já está fechada eheheh

    O vaqueiro da fazenda
    É quem se monta primeiro
    No seu cavalo castanho
    Bonito e muito ligeiro
    E vai ao campo pensando
    Na filha do fazendeiro eheheh

    Corre dentro da caatinga
    Rolando em cima da sela
    Se desviando de espinhos
    Unha de gato e favela
    Aboia em verso falando
    Da beleza da donzela eheheh

    Diz ele no seu aboio
    Ô vaca mansa bonita
    Tem no lugar do chucalho
    Um lindo laço de fita
    Seu nome é Rosa do Prado
    Um mimo de Carmelita
    Quando se juntam os vaqueiros
    Em frente à casa caiada
    Um cabra de voz bonita
    Sai cantando uma toada
    Que a filha do fazendeiro fica logo apaixonada eheheh

    Carmelita quando ver o seu amor verdadeiro
    Todo vestido de couro começa com o desespero
    Mamãe deixa eu ir embora na garupa do vaqueiro eheheh

    O vaqueiro adoecendo joga seus couros na cama
    Pelo campo o gado urra como quem por ele chama
    Na porteira do currau berra toda bezerrama eheheh

    Diz ele quando eu morrer coloquem no meu caixão
    Meu uniforme de couro perneira chapéu gibão
    Pra eu brincar com São Pedro nas festas de apartação eheheh

    Não esqueçam de botar as esporas e o chapéu
    O retrato do cavalo que eu sempre chamei Checheu
    Para eu brincar com São Pedro nas vaquejadas do ceú eheheh

    Diz ele quando eu morrer não quero choro nem nada
    Quero meu chapeu de coro e uma camisa encarnada
    Com as letras bem bonitas foi o rei da vaquejada eheheh

    Termino me despedindo das serras dos tabuleiros
    dos grutilhões da chapada de todos os bons vaqueiros
    dos currais e das bebidas de todos os fazendeiros eheheh

    1. Faça seu login e cadastre-se
    Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
    -