Avatar de: De Menos Crime

De Menos Crime





Rap das Quebradas

De Menos Crime

Composição: De Menos Crime

Das quebradas o movimento que você não esperava;
Contra o governo e a polícia canalha;
Liberdade de expressão no país é uma piada;
Sem imagem gravada não acontece nada;
Pra crer no ar só Cristo;
Rap nacional criando um futuro digno;
2000 favela São Mateus viela;
Revolução começou e não precisa de tela;
Saúde no Brasil merece o óscar de ignorância;
Dia á dia acabando com várias esperanças;
Proteja a sua vida irmão;
Quem guia o país não tem coração;
Serpente venenosa vai ter que rastejar;
HC lado leste faz o bicho pegar;
DRR é morro é cortiço é viela;
É esperança 2000 favela.

Atitude e expressão hip-hop em ação;
Rap das quebradas fusão de idéias união;
Esquecendo o passado e vivendo o presente;
Lutando para que meu povo tenha um futuro diferente;
Sistema não tem dó te suga te maltrata na maior;
Investimento na favela vem através de pó;
No cardápio da periferia combinando bem;
Sobrevivemos num sistema onde;
Você sem dinheiro não é ninguém;
Através do rap obtivemos chances de mudar;
Manter opinião conscientizar os que não;
Enxergam o que devem;
Gravata sim é uniforme de ladrão;
A violência é gerada pelo próprio sistema;
Que mata divide tenta fazer o pobre de esquema;
Alegando sempre que nós começamos o problema;
Periferia lado leste invadindo o sistema;
Dizendo a burguesia que vão nos ver trema trema;
Pois os rapper não é pouco;
Playboyzada do caralho achando que sou tolo;
Chegando pra somar rap das quebradas;
Som de periferia som de periferia;
Periferia lado leste paz.

(2x) Das quebradas o movimento que você não esperava;
Contra o governo e a polícia canalha.

Andando a caminho da minha quebrada;
Eu vejo a cena de vários vizinhos conhecidos;
Muitos camaradas reconhecem o De Menos;
E a nossa caminhada;
A nossa trilha sonora rap das quebradas;
O lado é leste e a mensagem é clara e mandada;
Ninguém é loque ou movido á glock;
O investimento no esporte no lazer ainda é escasso;
O clube da área ta sem muro;
Várias áreas dentro dele desativadas;
Desviaram verbas do CDHU;
A obra ta parada a prefeitura deu mancada;
Sou servo da periferia com voz ativa;
Que domina com ação e atitude o dom da palavra;
Pensando no amanhã num futuro melhor;
Num futuro melhor eu quero o bem maior;
Para a criançada;
DRR juntos HC a rapaziada que não dá mancada;
Não é tirando o lazer;
O rap é de protesto autoproceder reivindicação;
O asfalto da favela ta todo zoado;
Choveu fica embaçado esgoto a céu aberto;
Saniedade pública violada só resta uma verdade;
Descaso com a nossa nossa sociedade;
O sistema está errado será que estou equivocado?
Chega de iludir enganar o povão;
DMC MIKIMBA revolucionário pede solução.

A farda predomina nas quebradas;
Invasão agressão;
O medo estampado na face dos cidadãos;
Cenas tristes de extermínio;
A morte é a proposta imposta no cotidiano;
Violento e cheio de incerteza;
A balada derruba nas ruas e quem cai;
É residente da chacina periférica favela;
É apontada pela sociedade;
Em primeiro lugar em criminalidade;
O menor que deixa de estudar pra poder trampar;
E chegar chegando trincando no seu barraco.

(2x) Das quebradas o movimento que você não esperava;
Contra o governo e a polícia canalha.

Passo a passo metro a metro;
Mafioso sou cavernoso da favela;
O rap é o verso;
O instito maloqueiro incomoda os filhos da puta de farda;
Que atiram o ano inteiro na nossa rapaziada;
O prazer de humilhar é visto nos olhares deles;
A maldade ousada e tocada na mente é de não recuar;
Uma par de revólveres apontados para nossas caras;
Ninguém anda armado HC não aceita farda;
Pesadelo na batida rap criminoso;
Periferia não se abala ferramentae caneta caderno e um processo;
Na mente o pensamento que eu busco no interior;
Do meu subconsciente consciente contra os crimes;
Que da farda surgem ano a ano;
Aparelhados bem armados pode levar ninguém pode impedir;
No outro dia os manos enterrados na favela sempre foi assim;
Só protege os que têm dinheiro submisso a burguesia;
O helicóptero com alta pressa é morte na periferia.

Preto APLICK CH se mando nas mensagens;
Os dominantes do Brasil agem como agem;
Os dominantes do Haiti se liga aí;
Não sei como te classificar;
Brasileiros com a mente em outras Alemanhas;
Enquanto o governo mostra o poder que tem em armas;
Bombas de gás lacrimogêneo pra cima dos seres ingênuos;
Sempre bolando planos infalíveis ataques psicóticos;
Narcóticos ecosistemáticos vai morrer;
Homem neurótico mente vazia;
No dia á dia da periferia martilha atira;
Descarrega o pente e aciona o tenente;
Aos outros componentes daquela viatura;
Em uma rua escura tipo curta metragem pura realidade;
Cidadãos do presente a frente com os cidadãos da maldade;
Que de farda invadem sua casa sem mandato;
Pra te atacar desacatar-te moralmente fisicamente CH.

(4x) Das quebradas o movimento que você não esperava;
Contra o governo e a polícia canalha.

  1. Faça seu login e cadastre-se
Aviso legal · Entre em contato - Studio Sol © 2014 Ouvirmusica.com.br
-