Señoritas

A Naifa

Naquele porto os metalómanos barcos
Esmagam a paisagem
De energia brutal, parada.

Num barco soviético
O marinheiro põe o punho a meio gás
Como o comunismo enjeitado na sua terra.

Disse-lhe que portugal ainda tinha muitos comunistas
Mas o que ele queria saber era onde havia señoritas
Que o levassem a dar uma volta.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados