O Poder da Chuva

Ademir e Ademar

Quando cai a chuva aqui na cidade
Eu fico contente que o povo se espanta
Porque essa chuva que molha a cidade
Também vai molhar no sertão uma planta

Parece que vejo caboclo rezando
Levando a Deus a sua gratidão
Olhando caírem as águas da chuva
As plantas viçosas que brotam do chão

A coisa mais linda da vida, seu moço
É chuva cair no sapé do ranchinho
É ver da janela pastagens molhadas
E a enxurrada lavar os caminhos

É ver a boiada berrando sadia
E os lavradores molhados sorrindo
O uivo do lobo no topo da serra
E nos verdes campos as flores se abrindo

A chuva que cai sobre a terra plantada
Traz mais alimento pra minha nação
Não deixando a fome cruel, assassina
Matar friamente um caboclo irmão

Enquanto chover teremos fartura
Em louvor a Deus vou tirar meu chapéu
O sertão recebe de Deus uma graça
Nas gotas de chuva que caem do céu
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados