Estampa Missioneira

Alberto & Gabriel Ortaça

Pode me olhar que a minha estampa é missioneira...
Minha alma xucra evoca meu ancestrais
Velhas tropiadaspor estâncias sem fronteiras,
Estouros rudes a cascos de mil baguais!

Sou missioneiro, bem gaúcho este é meu canto...
Esta é a sina que aprendi ainda guri!
Tenho querência, tenho história, eu tenho santos...
Por isto eu canto esta pátria guarani!

Eu tenho saga, eu tenho raça, eu tenho ganas
Eu tenho canto, que vento a fora se vai!
Eu tenho o toque dos sinos das catedrais
E a identidade missioneira que herdei do meu velho pai!

Eu tenho tanto, pela minha jovem essência,
Enquanto outros nem sabem da própria história...
Trago o passado alambrando o meu futuro
E mostro a todos o porquê da nossa glória!

Minha guitarra, vibrando prima e bordona,
E a cordeona, resmungando nos "botão",
Chamam os jovens a olhar mais as raízer,
Ver a querência com os olhos do coração!

Eu tenho orgulho deste meu sangue de bugre,
Que a tempos idos "se templo" pelos fogões...
Enquanto eu cantar esta pátria colorada
Meus ancestrais são presença unindo as gerações!

Eu tenho saga, eu tenho raça, eu tenho ganas
Eu tenho canto, que vento a fora se vai!
Eu tenho o toque dos sinos das catedrais
E a identidade missioneira que herdei do meu velho pai!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados