Ouvir Música

Surra de Rimas

Alta Consequência

(DaN)
Meu cabelo funciona como uma antena de captação
Das energias positivas do meio ambiente
Proveniente das coisas boas das pessoas
Meus cachos filtram as negativas trascendentes
Cabelos lisos, Cabelos lisos abaixem seus narizes,
Você envergonha suas raízes, nas marquizes sonos
infelizes
E esfinges gritam segredos tão antigos que nem mais te
atinges
Por favor, me diga o que tu queres
Carros, fama, dinheiro e mulheres,
Todos querem isso, mas na verdade eu nem preciso,
Tenho meu skate, dois ?conto?, minha mina e meu
juízo.
Faz mal a saúde ser bombardeado de manhã
Por noticias escrotas sai da cama pro divã,
Fã de quem não deve tá tacando álcool na brasa
Se você na sabe meu ídolo está na minha casa
Asas venenosas sobre as cabeças
Bombas perigosas sob a crosta espessa,
As árvores sussurram e as máquinas gritam
A cada tombo eu evoluo e vocês se limitam
Tento tanto, lento o vento faz o movimento,
Desmatamento do centro, pouco alimento
Ao relento no cimento, hipocrisia em Trento
Sento cem por cento, no momento penso
Venço censo, cresço apareço, não desço isolado
Queimando pontuado, postado, modulado
Padronizado, uniformizado,
Viva o triângulo, foda se o quadrado
Fechem suas bocas, abram seus ouvidos
Sou brasileiro, foda se os Estados Unidos
Cultura colonizada, desvalorizada
A consciência do povo é o terror da gravata
Fábrica de cidadão oprimido diminuído
Ferramenta do sistema desde nascido
Sou menino rimo com meu hino sou taurino 17 aninho
06/05
No mínimo sem dízimo, estímulo no ritmo
Bulas desautorizadas pelo olho clínico, cíclico,
digno,
Sínico, mítico sino, divino, suíno, tímido declínio do
símio

(Bruno Rap)
Atitude e liberdade expressada na cidade
Meu caráter, dignidade e minha simplicidade
Caminhando com meu estilo tentando chegar em primeiro
Não tiraram minhas forças só cortaram meu cabelo
Continuo aqui atento, ligeiro todo momento
Meu sk8 tá bom, o que tá foda é o rolamento
Minha vida eu enfrento sempre no procedimento
Nunca lento, mantendo o momento o conhecimento
Em palavras acendo, não apago sentimento
Todos tem discernimento até no ato do silêncio
Não julgue o que eu penso, por que tu tá tremendo?
Eu vou falando aqui, parceiro vai vendo
Então eu sento, canto contra o vento, violento não me
rendo pensamento
com falsos argumentos ao contrário de outros poucos
conteúdos e pequenos
Falam coisas que eu não entendo, nem sei porque eu tô
dizendo
Vários malucos no mic. Feche a boca tá fedendo
Não entendo que cê diz, e nem sei o que tá fazendo
Eu vou rimando aqui mostrando o alistamento
Alistados no rap, se tu quer, então me segue
Não é fácil, e nem para qualquer moleque
Represente aquilo que realmente preste
se for falar de mulher e dinheiro parceiro vá pra
creche
Tá ligado então ve se me esquece
Antes que se esqueça me apresento Bruno RAP
Reprensento a área que eu moro a zona oeste
A sagrada moradia, vaza antes que eu te pegue
Não gostou? Então negue!
Então se liga no que eu falo meu parceiro eu não paro

Continuo a rima aqui nenhum momento eu me calo
Tipo respiração sufocada da palavra, a velocidade
É tão grande a sua mente eu sei que agrava
Dandos passos de elefante, interessante para a fala
sufocante pros cara
Radiante pra rapa, rimando na praça, em Bangu ou na
Lapa
Não importa onde for, o que é importa que ataca
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados