Água Viva

Antídotto Base

Ainda estou sujo da cera
Da máquina pública,
Minha jaqueta era branca
Hoje é imunda...

Já sujei as mãos de terra
Tapando os furos da máquina,
Meu uniforme era azul hoje é cinzento
Como a poeira que fica de um incinerador...

Tenho que lavar as mãos,
Eu enlouqueço feito um vendaval,
Quero pegar o leão com os dentes...

Vou me banhar na água viva
Que limpa a lama das ruas...
Eu vou cantar algo racional,
Minha espada é letra é o gogó...
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados