Mano Ricardinho

Audio Ativo

Quero ser o mais sinistro bombando meu disco
Quando a bomba explode vagabundo se encolhe eu nem pisco
Essa porra é investimento ao longo prazo
O de curto prazo quando vende é um arraso
Os cana chega eu vazo
Ricardinho e mary jane tem um longo caso
E não é por acaso que com ela eu me caso, me acasalo na minha casa
Fala que me ama depois vaza

Represento os correria da av.central
É o que há de mais moderno e coisa e tal
Na moral, um alô pro caniçal
Engenho do mato
Piratininga, é o bonde do final
E não fala besteira, atividade na laje, atividade na ladeira
Av.7 é o bonde da barreira
Desde menorzinho subia ao inferninho pra pegar boldinho
Prazer, meu nome é ricardinho
Sempre na humildade você sabe de qual é
Volta de ré as blazer no jacaré
Tô a procura de dinheiro e de mulher
Paz, justiça, liberdade, muita fé
Tô de cara, bolado
Vou no rato molhado, desço arregado de baseado
Esse som tava engasgado na minha garganta
Minha mãe tava bolada que eu queimo muita planta
Quando saio ela diz para eu tomar cuidado
Mas eu sou que ta roubando não ta sendo roubado
Ta ligado
Ricardinho é nacional com cheirinho de importado
Tem vários recalcados porque eu sempre porto o meu próprio baseado
Bem visto mal falado
Foda-se, espanco bebês no batizado
Puta que pariu, caralho, vai tomar no cu, neguinho
Vagabundo ta bolado com o flow do ricardinho
Pode vim que vem
Pode vim que tem
Eu tô de calvin klein e rexona men
No bolso as de cem
Relógio da tommy também

Maravista style
Sexta na nut, sábado no baile
Domingo tinha roda de rima
Sempre cola os mano, sempre cola as mina
Esmerilho vários tubos lança perfume
Hip hop, áudio ativo, aumenta volume
Nosso som sempre sai mais alto
Balançando o concreto e tremendo o asfalto

Joga a mão pro alto quem fecha com ricardinho
Joga a mão pro alto quem gosta do boldinho
Joga a mão pro alto quem fecha com só fininho
É o mano ricardinho
Eu tô aqui pra incomodar
O incomodado que se mude para um outro lugar
Minha mãe me disse e eu não acreditei

Mas a vida foi o meu melhor sansei
Me ensinou esquiva jab canelada e up (?)
Sou pulmão de ouro campeão cannabis cup
Estilo thug ouvindo um duble
Abalo mais que 50 cent tocando in da club
Se eu paro de vender, não tenho pra comprar
Se eu paro de comprar, não tenho pra fumar
E se eu plantar vão reclamar
O cara que ta certo, morreu doidão no bar, filho da puta

Eu tô aqui pra incomodar
O incomodado que se mude para um outro lugar
Já to incomodando demais
Quem quer me expulsar de casa são meus próprios pais
Foda-se já tenho até um barraquinho em vista
Aqui mesmo pelo maravista
Já sofri revistas e entrevistas
Mas não pras revistas
É a lei da pista

Pego as patricinhas e como as diaristas
Eu to na pista, neguinho
Esse é o sabor do mano ricardinho
Fodo,fodo, fodo mas não saio de cima
Com algumas rimas que você nem imagina
Gosto mais de freestyle do que cássia eller cheirava de cocaína
É cumpadi o barato é louco
Nas ruas de nikity me esquivei foi de pipoco
Me salvei por pouco

Tomei banda, já dei soco
Surfando os quebra coco
Fiquei de ratão, já passei vários sufoco
Perdi dinheiro pra policia
Ganhei dos play boy
Sou vida louca, correria do asfalto de niterói
Hoje tomo absolut, já tomei dreher
Faço a conexão pavão, jacaré, méier
Faço sua mente mudar de curso
Gelatinoso olho de chiva, bike urso (?)
Eu também uso
Fumo pra ficar lento
Só lamento se sua mãe me acha mal elemento
Mas na festa eu cheguei
Disse pro dj
Hey, toca aquele som que você sabe que eu sei
Sempre imaginei uma noite de rei
Pros play eu sou bandido pros bandido eu sou too-play
Mal sabe ela que seu filho curte um baile funk e ainda frequenta várias raves
Surta mulequinho quando ouve marial daves (?)

Joga a mão pro alto quem fecha com ricardinho
Joga a mão pro alto quem gosta do boldinho
Joga a mão pro alto quem fecha com só fininho
É o mano ricardinho
Eu tô aqui pra incomodar
O incomodado que se mude para um outro lugar
Aqui tem itacoa pra mergulhar no mar
Girando 5 mil por semana
Pra mim o base já morreu quando chegou na bagana
Se eu tou pichadão

Passo o final de semana no sana, acordando meio dia
Pichadão no monza, pichadão na tia
Já dei muito balão nos várzeas das moças
Pra me segurar nem camisa de força
Porque minha força é de urso, minha coragem de leão
Veloz como um raio e mais forte que um trovão
To procurando novos ares
Já to de saco cheio do salgado da versalles

Os cana mandaram eu encostar mas eu deixei eles no vácuo
Ali no dpo do cafuba, na altura do antigo
Posto texaco, só pela saco
Toquei brabo
Lembrei da frase "91 grau"
Eu fecho com os kamicase
E as novinhas de camboinhas, as cachorrinhas da pracinha
Todas chupam meu pau sem usar camisinha
O bagulho é doido, o ritmo é envolvente
Tira o galho e a semente

Seu sorriso não mente
Só áudio ativo fechadão com oriente
Mesmo cheia dos playboys endinheirados
Elas querem os delinquente
Com rap afiado e a língua quente
Los lane nunca abandona clark kent
Elas sentem ciúme
Mas bandido burro morre no final do filme
Ela sente na pele
Ela desmancha meu malote
Pra mim, neguinho,casamento é igual a morte
E agora?
Vagabunda chora.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados