Ouvir Música

Cobiça nua

Berenice Azambuja

Na invernada da memória
que num relato sem luxo
Mostraste um lado ternura
que se oculta no gaúcho
Campeei a origem da história
mescla de força e candura
De paixão, amor e vitória
no peito desta gaúcha

Eu que já fui companheira
já pari braços da terra
Na rude lida campeira
já dei meu sangue pra guerra

Eu te quero por inteiro
qual singelo Mal-me-quer
Me fiz a cobiça nua
do campeiro a flor mulher

Nas lindas noites do Pampa
contra a silueta da lua
Quando vejo a tua estampa
a verdade é dura e crua

Nestes teus beijos sem fim
sinto em meu corpo Charrúa
A grandeza da ternura
vibrando dentro de mim

Em ternos desassossegos
volúpias sobre pelêgos
Fiz de ti meu taura, meu macho
Meu homem, meu sedutor
Eu sou a fêmea Charrúa
só assim eu serei tua
Eu sou a cobiça nua
A própria deusa do amor
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados