Furacão

Bob Dylan

Tiros de pistola ressoam pelo salão de festa à noite
Chega Patty Valentine do andar de cima
Ela vê o garçom sobre uma poça de sangue
Grita, Meu Deus, mataram todos eles!

Aí vem a história do Furacão
O homem que as autoridades culparam
Por algo que ele nunca fez
Colocado em uma cela de prisão
Uma vez que ele poderia ter sido
O campeão do mundo

Três corpos caídos ali é o que Patty vê
E outro cara chamado Bello
Andando ao redor misteriosamente
Eu não fiz isso, ele diz
E joga as mãos para o alto
Só estava roubando a caixa registradora
Espero que entenda

Eu os vi saindo, ele diz, e ele para
É melhor um de nós chamar a polícia
E assim Patty liga para polícia
E chegam na cena do crime
Com suas luzes vermelhas piscando
Na noite quente de Nova Jersey

Enquanto isso, longe em outra parte da cidade
Rubin Carter e alguns amigos davam voltas de carro
O pretendente número um ao cinturão dos pesos médios
Não fazia ideia da merda que estava prestes a acontecer

Quando um policial o fez parar no acostamento
Exatamente como a vez anterior, e antes dessa
Em Paterson é assim que as coisas funcionam
Se você for negro, talvez seja melhor
Nem aparecer na rua
A menos que queira ser enquadrado

Alfred Bello tinha um parceiro
E bateu um papo com os policiais
Ele e Arthur Dexter Bradley
Estavam só dando uma volta
Ele disse, vi dois homens fugirem
Eles pareciam pesos-médios
Entraram em um carro branco
Com a placa de outro estado

E a senhorita Patty Valentine apenas assentiu
O policial disse: Esperem um minuto, rapazes
Este aqui não está morto
Então o levaram para a enfermaria
E embora esse homem mal pudesse enxergar
Eles o disseram que
Ele poderia identificar os culpados

Quatro da manhã e eles arrastam Rubin para dentro
O levam para o hospital
E o carregam lá para cima
O homem baleado olha para cima
Através seu olho ferido
Diz: Por que você o trouxe aqui?
Este não é o cara!

Sim, aí vem a história do Furacão
O homem que as autoridades culparam
Por algo que ele nunca fez
Colocado em uma cela de prisão
Uma vez que ele poderia ter sido
O campeão do mundo

Quatro meses depois, os guetos estão em chamas
Rubin está na América do Sul
Lutando para limpar seu nome
Enquanto Arthur Dexter Bradley
Continua na vida de assaltos
E os policiais o pressionaram
Procurando alguém para culpar

Lembra daquele assassinato que ocorreu no bar?
Lembra que você disse ter visto o carro em fuga?
Você acha que está a fim de brincar com a lei?
Acha que pode ter sido aquele lutador
Que você viu fugir aquela noite?
Não se esqueça que você é branco

Arthur Dexter Bradley disse: Não tenho certeza
Policiais disseram: Um pobre coitado como você precisa de uma folga
Te pegamos pelo serviço no hotel
E estamos conversando com seu amigo Bello
Agora você não quer voltar para cadeia
Seja um sujeito legal

Você vai estar fazendo um favor à sociedade
Aquele filho da puta é corajoso e está ficando mais corajoso
Queremos colocar o rabo dele para fritar
Queremos culpá-lo por este triplo homicídio
Ele não é cavalheiro coisa nenhuma, Jim

Rubin podia nocautear um cara com apenas um soco
Mas nunca gostou de falar muito sobre tudo isso
É meu trabalho, ele dizia, e eu faço pelo pagamento
E quando termina, prefiro cair fora logo

Na direção de algum paraíso
Onde rios de trutas fluem e o ar é puro
E cavalgar por uma trilha
Mas então o levaram para o presídio
Onde tentam transformar um homem em um rato

Todas as cartas de Rubin foram marcadas com antecedência
O julgamento foi um circo de porcos, ele nunca teve chance
O juiz desqualificou as testemunhas de Rubin
Como bêbados das favelas
E para os brancos que assistiam
Ele era um marginal revolucionário

E para os negros, só mais um preto louco
Ninguém duvidou que ele puxou o gatilho
E embora não conseguissem ter provas da arma
O promotor público disse que era ele o responsável
E o júri todo branco, concordou

Rubin Carter foi falsamente incriminado
O crime foi homicídio qualificado, adivinha quem testemunhou?
Bello e Bradley, e ambos mentiram descaradamente
E os jornais
Todos pegaram uma carona nessa onda

Como pode a vida de um homem desses
Ficar na palma da mão de um babaca?
Vê-lo obviamente em uma armação
Não pude evitar, me fez sentir vergonha
De morar em um lugar
Onde a justiça é um jogo

Agora todos os criminosos de casacos e gravatas
Livres para beberem martinis e verem o sol nascer
Enquanto Rubin se senta como Buda em uma cela de três metros
Um homem inocente vivendo no inferno

Essa é a história do Furacão
Mas não vai ter fim até limparem seu nome
E o ressarcirem pelo tempo de pena
Colocado em uma cela de prisão
Uma vez que ele poderia ter sido
O campeão do mundo
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados