Vento Idiota

Bob Dylan

Alguém está me perseguindo, estão lançando histórias na imprensa
Quem quer que seja, eu espero que eles parem logo com isso. Mas quando irão, só posso adivinhar
Dizem que eu atirei em um homem chamado Gray e levei sua mulher para a Itália
Ela herdou um milhão de dólares e quando morreu o dinheiro veio para mim
Não é minha culpa se sou sortudo

As pessoas me vêem o tempo todo e acho que eles não se lembram de como agir
Suas mentes estão cheias de idéias falsas, imagens e fatos distorcidos
Até mesmo você, ontem. Você precisou me perguntar onde é que está
Não conseguia acreditar que depois de todos esses anos você não me conhecia melhor do que isso
Doce dama

Vento idiota, soprando cada vez que você move sua boca
Soprando através das estradas secundárias em direção ao sul
Vento idiota, soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Eu encontrei um cartomante que disse: cuidado com o relâmpago que pode cair
Não sei o que é paz e quietude há tanto tempo que nem consigo me lembrar como é
Tem um soldado solitário no cruzamento, fumaça saindo da porta do vagão de trem,
Você não sabia, você não pensou que pudesse ser feito, no final ele venceu a guerra
Após perder todas as batalhas

Acordei ao lado da estrada, sonhando acordado sobre como às vezes as coisas são
Visões de sua égua parda passam pela minha cabeça e estão me fazendo ver estrelas
Você feriu aqueles que eu mais amo e encobriu a verdade com mentiras
Algum dia você estará numa cova, moscas zumbindo ao redor dos seus olhos
Sangue na sua sela

Vento idiota, soprando através das flores da sua tumba
Soprando através das cortinas no seu quarto
Vento idiota, soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Foi a gravidade que nos empurrou para baixo e o destino que nos separou
Você amansou o leão em minha jaula, mas não foi o bastante para mudar meu coração
Agora tudo está um pouco de cabeça pro ar, na verdade as engrenagens pararam
O que é bom é mal, o que é mal é bom, você descobrirá quando alcançar o topo
Você está no fundo

Eu notei na cerimônia que seus modos corruptos finalmente lhe deixaram cega
Não me recordo mais o seu rosto, sua boca mudou , seus olhos
não olham nos meus
O padre se vestiu de preto no sétimo dia e sentou com uma expressão petrificada enquanto o prédio
queimava
Eu esperei por você nas tábuas de acesso perto dos ciprestes enquanto a primavera
Lentamente se tornava outono

Vento idiota, soprando como um círculo ao redor de meu crânio
Desde a grande represa de Coulee até o Capitólio
Vento idiota, soprando cada vez que você mexe os dentes
Você é uma idiota, baby
É um milagre que você ainda saiba respirar

Não consigo mais te sentir, não consigo sequer tocar nos livros que você leu
Cada vez que eu rastejo pela sua porta, eu gostaria de ser outra pessoa.
Pela rodovia, pelo trilho do trem, descendo a estrada para o êxtase
Eu lhe segui debaixo das estrelas, assombrado pela sua memória
E sua glória furiosa

Eu fui enganado agora pela última vez e enfim estou livre
Eu dei adeus à besta uivante na fronteira que separa você de mim
Você jamais saberá o sofrimento pelo que passei, nem a dor que supero
E eu jamais saberei o mesmo de você, sua santidade ou seu tipo de amor
E isso me faz sentir tão arrependido

Vento idiota, soprando através dos botões dos nossos casacos
Soprando através das cartas que escrevemos
Vento idiota, soprando a poeira das estantes
Somos idiotas, bebê
É um milagre que ainda possamos nos alimentar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados