Olhar Vermelho

Carlinhos e Fait

Tu ta ligado truta, que a vida continua
E nesse funk verdadeiro eu mando
Minha injuria

Sobrevivendo nessa guerra mano
É só lamento vários truta se foi e
Outros tão no sofrimento saudade
Bate na mente um olhar vermelho
Dona morte levou, meus truta meus
Parceiros, mo veneno sofrimento
Dentro do meu coração e na revolta
Eu desabafo nesse pancadão, levaram
Meus irmãos pra outra dimensão, mais
Tão vivos na mente com Deus não na
Escuridão, e pelo certo o muleke guerreiro
Com simplicidade obteve o respeito um
Pobre poeta da periferia conscientização
Mandava em suas rimas, representando
Os irmão com fé e união, lutava pela
Liberdade de expressão, correndo sempre
Atras, dos seus ideais, sofredor mas venerador
Da paz

Tu ta ligado truta, que a vida continua
E nesse funk verdadeiro eu mando
Minha injuria

Varias rima, vários funk somente a realidade
De um guerreiro que arrancou lagrimas da
Comunidade, humildade nos seus pancadão
Pedindo sempre pela liberdade do seus irmãos
Muleke sem palavras com nós no dia a dia, fazendo
a alegria de toda família começo a relembrar nos
baile soltando a voz, e as periferia representando
Com nós, e sempre junto em varias caminhada
Tirando lazer com a rapaziada, na mente só o pai
Celestial, e só assim é que se espanta o mau
Procurando sempre as guerras amenizar, se foi sem
Ver a paz aqui reinar, fazer o que se a vida e assim
Ninguém sabe nossa hora, só Deus sabe o nosso
Fim

Tu ta ligado truta, que a vida continua
E nesse funk verdadeiro eu mando
Minha injuria
A vila nova chora, vila esperança chora, vila caique
Chora, siri casqueiro chora
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados