Afresco (poesia)

Carlos Canteri

Afresco

Se tudo tem um preço
Para pessoas que pretendiam o seu afresco
Agora as origens estão diluídas pelo refresco
De almas então preocupadas com o grotesco.

Eis que surge a consciência
Do seu ser em seu ter
Ampliando sua ciência, buscando o real saber
Outra luz para aquele que a reduz

Lágrimas vem à tona
Quando tudo se revoluciona
Para o falso entender, daqueles que se iludem
Ao vencer

Uma batalha por ilusões
Que homens criam por meros latrões
Originadas por ambições, dispersas pelo poder
Nula é a liderança que não busca o ser

O interesse pelo melhor amar
O real falar, sem titubear
Olho para as pessoas e entendo o seu clamor
Que lhes seja então aumentado o real amor

A tão sonhada paz mundial
Desacreditada por muitos
Acredita por alguns
Que se calam diante do compromisso

Melhorar a si mesmo
Para então melhorar o próximo
Difíceis vidas despreparadas
Pensando em renovação

Do mundo sensível
Ao mundo inteligível
Coadunando-se em harmonia
Baseado na filosofia

Carlos Canteri Neto
13-05-2010
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados