Ouvir Música

A Barbada

Cartel da Cevada

A barbada

Nasci e fui criado
Por um índio chapado
Das bandas do uruguai
Piazito fala mansa
Fui pra uruguaiana
Procurar por meu pai

Era um peão de estância, talvez algum segurança
Ouvi até capataz
Mas foi só tempo perdido
"Dali" já tinha sumido
Pra porto alegre é demais mas eu vou

Desembarcando em plena zona
De alemã a africana, bebi até capotar
Vomitado e fedido e com um cara esquisito
Que vinha me perguntar

-Chimarrão ou café preto?

E eu nem sabia direito, eu só queria lembrar

-Filho meu não é paspalho, e tu bebeu pra caralho, e não soube aguentar.
Agora vê se me escuta,seu baita fdp, eu vou te dar a barbada

-Não importa a loucura que faças o sol nasce pra todos.
Nesse mundo tem muito malandro mas a sombra é pra poucos.

-Não importa a loucura que faças o sol nasce pra todos.
Nesse mundo tem muito malandro mas a sombra é pra poucos.

-Um peteleco bem dado na lata, pra não beber cerveja congelada
-Não esquece o limão na porquinha e a costela é demorada
-Faz amizade com os flanelinhas, no fim da noite tu não paga nada
-Toda a mulher dá o botãozinho, se não "tiver" traumatizada

Não importa a loucura que faças o sol nasce pra todos
Nesse mundo tem muito malandro mas a sombra é pra poucos.

-Não importa a loucura que faças o sol nasce pra todos.
Nesse mundo tem muito malandro mas a sombra é pra poucos.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados