Em Defesa Delas

Católicas Pelo Direito de Decidir

Eu, você e o mundo viemos do mesmo lugar
De um ventre, de uma mãe, de uma mulher
Então pegue o caminho do meio
Que não te cabe julgar
O que ela vai deitar no seu seio

Eu, você e o mundo viemos do mesmo lugar
De um ventre, de uma mãe, de uma mulher
Então acolhe e ampara
Que não te cabe julgar
O que ela vai deitar no seu seio

E é em defesa delas que eu canto
De livrar suas filhas do pranto
Entre morte e vida, sangra a ferida
Não defenda a vida abstrata
O teu voto condena e mata
Canto pela Teresa, Joana e tantas Marias

Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ser ou não ser mãe
Ser mãe
Não ser mãe

El regalo más hermoso de nuestra existencia
És ser mujer y dar el fruto, el linaje y la presencia
De la fuerza más bonita que és la vida bendita
Nadie puede obligarte a ser madre si tu no estás lista
És el tiempo en que podamos decidirlo, fértil vientre
Para amarlo, apapacharlo y concebirlo, tan conscientes
Que podamos ser nosotras las que decidamos
Este paso tan sublime para los seres humanos

Você veio de uma mulher
E é em defesa delas que eu canto
De livrar suas filhas do pranto
Entre morte e vida, sangra a ferida
Não defenda a vida abstrata
O teu voto condena e mata
Canto pela Teresa, Joana e tantas Marias

Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ter ou não ter
A escolha é só delas
Ser ou não ser mãe
Ser mãe
Não ser mãe
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados