Epicentro

Cavalo Vapor

O epicentro a oeste do seu peito
Suas pernas fraquejam sem jeito
Os alicerces ficam todos sem efeito
E desmoronam pelo chão

Acreditava ser construída
Numa inabalável estrutura
Imponente, arranha o céu...
Inatingível pela arrogante altura

Impossível estar face a face
com quem olha a tudo do alto
O concreto sempre impediu
Que uma paixão a tomasse de assalto

Nunca esperava em suas terras
Ocorrer tão intenso tremor
Capaz de quebrar o seu orgulho
Expor até a nudez, seu amor.
Antes trancado a sete chaves
Nas paredes frias do seu interior
Agora veja como se desmancha
Feito um iceberg sob a linha do equador

O epicentro a oeste do seu peito
Suas pernas fraquejam sem jeito
Os alicerces ficam todos sem efeito
E desmoronam pelo chão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados