Cabeça Louca

Chamone

Senhora de todos os povos, dai-nos a paz
Paz, paz, paz, paz, paz, paz, paz...

Do nada me pego na madrugada olhando para os pés, no canto da calçada com a cabeça cansada
Vendo minha vida atrasada e sentindo que eu sou apenas piada
Às vezes penso que ficando assim já ta bom
Às vezes tento te alertar botando fatos no som
Lembra a inocência de uma criança que em sua infância cheio de esperança, achando que a sua vida era uma batida que apenas te leva e te balança?
Eu guardei essa bela lembrança que a vida era linda e tranqüila
E em pouco tempo numa neblina eu senti o gosto amargo da vida iludida
Que me fez acreditar que só nos podemos mudar
Pra não ver nosso filho chorar e se matar
Como a televisão acabou de mostrar
Atenção, no ar!

Hoje nossos policiais acharam mais um filho da puta com uma quantia em dinheiro!

Querem tirar seu dinheiro e te fazer assinar, compra, alugar, ligue já, pode levar!
Então não se preocupe como pagar
Depois vou mandar te cobrar, te tomar, te deixar na merda e talvez te matar
Além de tudo, vai se foder rapaz
Você ta me devendo, vamos lá
Pode começar a ralar


Meu passado é um oceano, vária ondas me quebrando
Eu narro os fatos, relatos de anos, anos e anos
Eles passaram voando, são muitos anos passando
Se liga, eu to chegando
Quem não tem barco vai nadando
Fugi do mar, eles iriam me afogar
Tubarões filhos da puta queriam me devorar
Suor, sangue e lagrimas usaram pra lavar
As manchas de ódio me fizeram marchar
Com seu exercito de soldados combatendo vendado
Sua cidade é o território e virou um campo minado
Fica ligado e sem medo. porque? eles não compreenderam
Que a raiz de todo mal só foi plantada com o seu dinheiro
Tentaram me comprar
Mandei guardar essas oncinhas amarelas de volta no seu lugar
Não estou a venda não, acabou a liquidação
Minha alma não aceita seu cheque nem seu cartão


Pra não virar escravo do sistema, eu arrumei um esquema.

Fui escravizado pela minha mente
Eu cresci de alma feliz e doente
Fumei para ver o futuro tirando base do presente freqüente
E pirei quando pensava que ainda voaria para uma nova era
Há pouco tempo dava role com minha galera
E hoje fico puto em saber que já era


É, já era chamone, realmente é foda enxergar
Que dezoito horas por dia me fazem correr, eu não posso atrasar
Tem que ralar, trampar, suar, batalhar todo dia pra se merecer
Duzentos e quarenta reais, recompensa do escravo em um mês


Porque é difícil, bem difícil
Tentar levar a vida como eu quero não tem mistério, o que fode é o vicio


Deu tudo errado, mas ta tudo certo
Se o futuro é incerto, eu sigo rimando o verso

Porque é difícil, beeem difícil
Tentar levar a vida como eu quero não tem mistério, o que fode é o vicio

Deu tudo errado, mas ta tudo certo
Se o futuro é incerto, eu sigo com o peito aberto

A vida tem altos e baixos, então saiba ganhas seu espaço
No ato que penso, eu falo das coisas que vejo nos lugares que passo e me falam
Se a esperança é a ultima que morre, pode morrer e ficar só na memória
Se morrer eu enterro e começo do zero, e sigo fazendo a minha história

Tirei esse momento pra você pensar
Porque sinto algo se aproximar
Quando eu achar a resposta vou refletir
Porque não sei o que ainda está por vir
Estou seguro e sei que tudo posso agüentar
Eu sou o chamone e vim pra revolucionar
E se colaborarem, eu prometo te ajudar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados