Estranho

Cinco Nós

Mais um dia que passou
Mais um eu que não mudou
Mais mil horas sem andar
Pelas ruas sem amor
É estranho não remar à favor da própria alma

Por gritar demais, calei
Por sonhar demais, cansei
Por voltar atrás, me dei
Por voar, sem chão fiquei
É estranho não pousar
Quando à casa o homem torna

Quem te quis para mim
Se não eu nos mais sãos
Dos meus delírios
Assisti meu temor
Ao beijar o seu belo par de coxas
Meu pecado é o remédio
Que insiste em curar
Você de mim

Logo eu aos tais divãs
Logo agora que as manhãs
Me relembram as maçãs
Que suguei enquanto amantes
É estranho o meu suor
Ser o mar que não me afoga

Quem te quis para mim
Se não eu nos mais sãos
Dos meus delírios
Eis-me aqui pra lutar
Mas meus pontos são tão fracos
Que me viro do avesso
E aceito o meu triste lugar

Quem te quis para mim
Se não eu nos mais sãos
Dos meus delírios
Assisti meu temor
Ao beijar o seu belo par de coxas
Meu pecado é o remédio
Que insiste em curar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados