O Moleque

Conexão Baixada

[Verso 1 - Tubarão]
Tinha tudo para ser o rei da bola
Mas fugido da escola, a pistola, era o sonho do menor de cor
Batia o tambor e batucava na panela
Seu olhos brilhavam ao ver os heróis da favela
Os bandidos lá de baixo, e heróis lá emcima
Comunidade aplaudia,
O morro tremia, rajada comia, a cada grito de gol
O pobre menor admirado, com a pobreza lado a lado
Confundindo, a mente do muleque sofredor
Meu Senhor salvador diz aí, porque que a miséria se instalou por aqui?
Meu Senhor salvador vou pedir, que leve a tristeza para longe daqui

[Refrão]
O moleque, quê se foi fazer no morro?
Fui ajudar dona Maria que pedia socorro
O moleque, para de ser mentiroso!
Moleque safado eu já to ligado foi buscar bagulho de novo

[Verso 2 - Seu Jorge]
Valeu Tuba, valeu Tubarão, parceiro
Obrigado pelo convite, vamo lá
Na subida do morro, alegria do povo, do samba e da gente
Sobrevivendo nas ondas desse mundão chapa quente
Salve a comunidade, os amigos a humildade
A real felicidade, na vida é a verdade de viver
A favela e sintonia, é família, é união
Sem polícia e sem ladrão, virou hora de lazer
As escolas de samba, vão fazer batucada
Enquanto a molecada, vai jogar futebol
A galera na rua, as tias na calçada
A cerveja gelada, lindo dia de sol
É que a felicidade, era aquele garoto
Não ser um nem mais outro, pra ser humilhado no farol

[Refrão]
O moleque, quê se foi fazer no morro?
Fui ajudar dona Maria que pedia socorro
O moleque, para de ser mentiroso!
Moleque safado eu já to ligado foi buscar bagulho de novo

[Verso 3 - Tubarão]
Moleque agora homem, então conquistava seu objetivo
Ajudava a comunidade, mas pra sociedade só mais um bandido
Longevidade ele já sabia uma coisa que a vida não lhe reservou
Seu reinado na vida do crime, como num filme, pouco tempo durou
E o morro de luto chorou, no terceiro dia não ressucitou
Dona morte de novo passou, mas sua história nos emocionou
Nos provou que ninguém é melhor que ninguém
Que a vida no crime não vale um vintém
Deixou um recado da dor que sentia resumido a vontade da parte que queria
Cantou esse verso um dia pra mim, que diz mais ou menos assim
"Mande um salve pra minha gente, e pro meu povo sofredor
Mande um salve para aquele humilde trabalhador
Mande um salve pras favelas e morros do meu país
Gente que de tudo tenta e não consegue
Ser feliz"

[Refrão (até acabar)]
O moleque, quê se foi fazer no morro?
Fui ajudar dona Maria que pedia socorro
O moleque, para de ser mentiroso!
Moleque safado eu já to ligado foi buscar bagulho de novo
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados