Carreiro Vai, Saudade Vem

Cristiano César

Ele foi meu mestre meu aprendiz
Viajamos quase todo país
Cantando nossas canções
Foi canção em minha poesia
Foi o verso em sua melodia
Numa vida violeira que juntos a gente viveu
Foi parceiro, irmão, foi amigo
E por mim não será esquecido
Você hoje é uma estrela que brilha mais perto de Deus
Carreiro vai, saudade vem
E a solidão dentro do peito batendo em mim
Carreiro vai, saudade vem
Deixando rastros de uma viagem que não tem fim
Foram 20 anos de aprendizagem
Ilusões, emoções lado a lado
Cantando nossas canções
Quantas vezes paramos no tempo
Mas o tempo não, não parava para nós
Porque mesmo separados Deus nunca separou nossa voz
Quando canto sinto a sua presença
Te procuro só encontro tua ausência
Sinto a dor nunca mais meu amigo
Por isso canto assim
Carreiro vai, saudade vem
E a solidão dentro do peito batendo em mim
Carreiro vai, saudade vem
Ida sem volta de uma viagem que não tem fim
Carreiro vai, saudade vem
E a solidão dentro do peito batendo em mim
Carreiro vai, saudade vem
Ida sem volta de uma viagem que não tem fim
Carreiro vai, saudade vem
Carreiro vai, saudade vem
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados