Ases do Asfalto (Dalmy Solo)

Dalmy Solo

As luzes da cidade ofuscam
Das motos se acendem os faróis
As ruas têm fumaça e fogo
O ronco do motor é feroz

Sem ter nada a temer
Nada a perder
A vida não é uma prisão
Se tem tudo a querer
Tudo a vencer
Viva veloz a paixão

Ases encantam no asfalto
Aceleram com o coração
Instintos libertos de águia
Sob uma forte emoção

Cervejas, tatoos e mulheres
Riffs de um bom rock’n roll
Memórias e a velha jaqueta
O couro que o tempo marcou

Sem ter nada, até refrão
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados