Vila Dos Lençóis

Dalsin

Como nuvem passageira eu viajei
Pra encontrar razões
Querendo te amar a sós
De novo eu voei até você
Pra saber por quê
Por quantas vezes a gente vai se desentender?

E escondeu a face e me amou pra divertir
Esse seu lado cheio de intenção né
Até onde eu possa dirigir
Pra que seu novo amor não me cause frustração
Surgiu sorrateira assim Marie
Não me olhou de volta então devolvi algo em vão
Me dá a data em que eu perdi
O eclipse que escureceu um lado do coração
Ficou algo no ar longe do fim
Dos mesmos criadores de algo melhor pra mim
Da fonte que nunca seca eu tirei mais que alecrim
Te beijei do Lavandário até as quedas do Prumirim
Perfeito mesmo foi que o mar virou
Me dediquei e quase ninguém viu
O dia que o garoto declarou
Aquela canção pra menina que olhou e sorriu

Como nuvem passageira eu viajei
Pra encontrar razões
Querendo te amar a sós
De novo eu voei até você
Pra saber por que
Por quantas vezes a gente vai se desentender?

Me enrosco nesse laço acho que não tem saída
Quando tô no abraço é fácil encontrar sorrisos
Te vejo cansado e vejo quanto tenho sorte
Bem que um dia a morte disse que viver é isso
Trabalho duro, suor e vapor pra alma
A rua grita alto quando tá vazia
Uma palavra de amor que alivia
Só você
Pra me dizer

Como nuvem passageira eu viajei
Pra encontrar razões
Querendo te amar a sós
De novo eu voei até você
Pra saber por que
Por quantas vezes a gente vai se desentender?
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados