Pracabá

Desce a Letra

Falaí, belê?
O meu nome é cauê
É tipo cauã
Só que sem a grazi pra eu fuder
Além de tudo sou feio, gordo e não gosto de você
E depois que ouvir o que eu tenho pra dizer
Mano, se liga que 'cê nunca vai esquecer

Primeiro, tipo assim
Eu até quero ver o circo em chamas
Mas eu prefiro aquele calorzinho
Bem no meio da tua xana
Na moral, sem machismo
Eu sou um cara que te ama
Só passa uma gilete nessa sua taturana

Tá bom, desculpa
A gente começou meio mal
Vamo falar de amor, paz, etc e tal
Eu vou invocar o senhor
Ele é um cara legal
Chega mais perto, pastor
E abençoa geral

"Irmão, eu vim te livrar
Do mal, da inveja e do ódio
Eu vou te abençoar
Passa pra cá seu relógio
Até salvei seu moleque
Eu aceito cheque
Exú caveira?
Me passa a carteira! "

Que merda é essa, pastor?
Eu vou sair dessa porra!
Vou procurar salvação
Me arrepender antes que eu morra
Vim pra igreja católica
Aqui não tem essa zorra
Tudo bom, seu padre?
Hey, tira a mão da minha rola

Dinheiro e vagina
As leis que regem o universo
Que transforma o bom homem
Em um monstro perverso
Joga um saco de grana
O fulano até treme
Por dinheiro, amigo
Eu até já fiz rap de meme
Tipos de carinhas, são
Até hoje me ajudando
A pagar as prestação
Quem não se vende é vacilão
Você acorda cedo na segunda
Eu não

Faço tudo e mais um pouco
Mas honro a lei de gil
Que protege os briôco
E também não sou louco
Nem besta, tampouco
Se quiser me ver na globo, irmão
Não vai custar pouco
Ali é puro chorume
Mas tem quem destoa
Adnet e werneck
Dois mano gente boa
Até assisto um telecine
Mas prefiro a marquezine
De biquíni, saia mini
Ai que crime, marquezine

Ei cauê, que porra é essa, caralho?
Oi amor!
Vai se fuder, seu otário
Cê sabe que ela nunca daria pra mim
Eu não sou celebridade
Nem tão rico assim
Não tenho iate, nem carrão importado
Nem dindin
Cê tá ligada que assim
Não vou comer marquezin
Vamo pensar
Quem dá pra comer com minha renda?
Um monte de ex-bb
E as mina lá da fazenda
Aquela tal de andressa
Parece legal
Pensando bem, deixa quieto
Acho que ela tem pau!

(Essa é a canção
Pracabácosramelão
Se eu tenho um coração?
A resposta é não
Curte o som
Que não tem nada de bom
Só pra quem tem o dom
De me acompanhar no tom)

Outro dia, cedo
Liguei minha televisão
Fui zapear de canal
Parei numa aberração
Uma loira velha escrota
Cara cheia de plástica
Cozinhando um rango estranho
Com um loro de borracha
Eu pensei

Até que eu tava com fome
Mas isso aí é terror
Só que mudaram de nome
Pela cara dela tá pra começar um ritual
Bota o loro na panela
Acende o fogo e taca sal
De repente o bruno
Apareceu no estúdio
Ele apresenta um tal de
"Picadinho samúdio"

"Espero que cê goste
A receita não é minha
Meu amigo que fez
O nome dele é costelinha"

Puta que pariu, isso foi longe demais
Eu vou tentar corrigir
Mandando versos legais
Colecionar palavrão
Pra alegrar satanás
As palavras a seguir são superficiais

Filho da puta, caralho
Panaca, trouxa, paspalho
Toma no cú, salafrário
Vai se foder, seu otário
Corno, burro, boqueteiro
Trouxa, broxa, punheteiro
Arrombado, bicha louca
Bitch, ass, motherfucker!

Eu vou chamar o refrão
Pracabácosramelão
Esse é meu novo bordão
Então agora que essa porra
Tá chegando no fim
Faz esse favor pra mim
Vem junto e canta assim

(Essa é a canção
Pracabácosramelão
Se eu tenho um coração?
A resposta é não
Curte o som
Que não tem nada de bom
Só pra quem tem o dom
De me acompanhar no tom)

Mas mudando de assunto
Vâmo falar de política
Ali no nosso congresso
A coisa tá muito crítica
É... Que zica, né?
Mô fita
Pronto
Cansei de falar de política

Agora eu parei
E refleti nesse instante
Pra poder ficar rico
Eu tinha que cantar funk
Esses mano sim
Sabem aproveitar a vida
Então se liga, novinha
Na minha tentativa

"Contando as prestação
Dentro de um chevetão
Aí nois convida
Mas elas só fala não
Eu tentei com educação
Vâmo do meu jeito, então
Boa noite, cinderela
Vai dormir no meu galpão"

É só uma brincadeira
Eu posso até falar merda
Mas não faço besteira
Eu sou como dizem
"Um machão virtual"
Que arrega nos conflitos
Da vida real
Pergunta pra galera
Que me xinga e me bateu
Só que pensando bem
Isso nunca aconteceu
Mas tem hora pra tudo
E se quiser me bater
Eu vou chamar o thor
Pra atropelar você

Não é maldade
Se a causa é boa
É que nesse país
Modificar destoa
(Eu juro pra você
Que vou dar risada
Quando a ilha de caras
Afundar lotada)

(Essa é a canção
Pracabácosramelão
Se eu tenho um coração?
A resposta é não
Curte o som
Que não tem nada de bom
Só pra quem tem o dom
De me acompanhar no tom)
É... Essa ai foi pracabá mermo ein?
Puta que pariu, desce a letra

Se liga na fita
Maluco firmeza
Quem fala é o cauê
Que faz o desce a letra
Eu sigo xingando
Escandalizando
Cagando na cara
De quem tá tirando

(Faço o bem
Não olha pra quem
Trabalha também
Que o resto vem
Pensamentos nas nuvens
Não tem pra ninguém)
(Pensamentos nas nuvens
Não tem pra ninguém)
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados