A flor da pele

Diney Alves

É manhã o sangue ainda quente da noite passada
Em cima da cadeira toalha molhada
o cheiro desse amor ainda solto no ar.

É manhã o novo replay do que aconteceu
meu corpo incandescente chamuscando o seu
despeja sobre mim sua vontade de amar.

O sol invade o quarto pra brindar com a gente
corpos tão grudados sombras na parede
impossível disfarçar todo desejo em nós.

O lençol amarrotado vai parar no chão
olho a olho beijo a beijo nossa que tesão
não dar não dar ta mesmo tatuado ta a flor da pele.

A flor da pele e o desejo o teu corpo o teu cheiro
é tão bom estar aqui.

A flor da pele eu quero mais a gente é nó que não desfaz
é sonho que nunca tem fim é tudo que eu sempre quis.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados