222

Emplasto

Tudo que eu já escrevi
Tudo que eu já pensei
Quantas vezes já morri
Quantas já ressuscitei
Nos lugares que eu já fui
Nas ruas que já andei
As pessoas que eu feri
Dos cortes que eu já sangrei
Nada tem tanto sentido
Nada tem tanto valor
Bem antes de começar
Vejo que já terminou

E nada importa tanto assim
Não espere nada de mim

Eu não quero muitas coisas
Nem quero tantos problemas
Só quando o meu dia muda
Quando inverno sai de cena
Nem órfãos da ditadura
Nem a situação geral
Nem as frases obscuras
Nem a guerra espacial
Não venero
Não aceito
Eu não amo
Eu não odeio

E nada importa assim
Não espere nada de mim
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados