No Ouvidinho

Felipe Amorim

Tô me sentindo carente
Ô, nunca mais tu ligou
Bateu saudade da gente
No quarto, botando o terror

Saudade da quicada malvada
Da sentada malvada, gostosinha demais
Saudade da tua voz saliente, falando, indecente
Bota, vai! Bota vai! Bota, vai!

(Bota, vai! Bota, vai!) Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você senta com essa cara de marrenta
No ouvidinho você faz: Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você joga com esse olhar de perigosa
Tua gemidinha é bom demais

Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você senta com essa cara de marrenta
No ouvidinho você faz: Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você joga com esse olhar de perigosa
Tua gemidinha é bom demais

Ai, ai, ai, ai, ai

Tô me sentindo carente
Ô, nunca mais tu ligou
Ai, que saudade da gente
No quarto, botando o terror

Saudade da quicada malvada
Da sentada malvada, gostosinha demais
Saudade da tua voz saliente, falando, indecente
Bota, vai! Bota vai! Bota, vai!

(Bota, vai! Bota, vai!) Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você senta com essa cara de marrenta
No ouvidinho você faz: Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você joga com esse olhar de perigosa
Tua gemidinha é bom demais

Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você senta com essa cara de marrenta
No ouvidinho você faz: Ai, ai, ai, ai, ai
Eu gosto quando você joga com esse olhar de perigosa
Tua gemidinha é bom demais

Ai, ai, ai, ai, ai
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados