Diário de Mentiras

Flávio e Fidel

Era doce, inocente com a pureza de um anjo quando encontrou
Seu diário, só palavras, poesias, coisas lindas que ficarem vão
Em pouco tempo, o que era sonho, se tornou real
Não bastasse amante, sempre tinha outra, outra, outra, outra, outra
E mesmo assim, mudou o quanto pôde certa que isso tudo ia passar
De nada adiantou, ele não presta, está gravado em seu dna

Rasgou seu diário, tá em outra, pode crer
Deletou toda lembrança triste vinda de você
Seu sorriso, seu abraço, seus carinhos, era tudo mentira
Das doces palavras, hoje vaga a solidão
Bons momentos raros se perderam na imensidão
E ficou só a certeza que era tudo, tudo, tudo mentira

E mesmo assim, mudou o quanto pôde certa que isso tudo ia passar
De nada adiantou, ele não presta, está gravado em seu dna

Rasgou seu diário, tá em outra, pode crer
Deletou toda lembrança triste vinda de você
Seu sorriso, seu abraço, seus carinhos, era tudo mentira
Das doces palavras, hoje vaga a solidão
Bons momentos raros se perderam na imensidão
E ficou só a certeza que era tudo, tudo, tudo mentira

Das doces palavras, hoje vaga a solidão
Bons momentos raros se perderam na imensidão
E ficou só a certeza que era tudo, tudo, tudo mentira
Mentira, mentira, mentira...
Era tudo mentira!
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos