Ouvir Música

Razão Por Nada

Fuleragem

Cidade à noite na Ribeira
É lá que rola tudo,é lá que rola o lance
Não sei o que tá por vir
Não posso me iludir
Um homem deitado não pode cair

Vou me lascar, vou me ferrar, vou me estrepar
Eu sei que vou que me enganar
Lá na Ribeira

Na calçada com nada na mão
Entretanto não posso ser só mais alguém
Para melhorar vou ter que ir além
Tudo não pode ser demais

Um copo de café
Tênis velho no pé
O que será que foi?
E o que agora é?
Tudo pode não ser demais

E pelo que vou passar
O que vão pensar
Um homem de pé não precisa levantar
Tudo pode não vir jamais

Um sorriso morto
Um olhar sem direção tentando resgatar
O que nunca existiu
O que nunca existiu

Mas tanto faz
Não importa mais
Tanto vai fazer
É só esperar a minha vez!

As meninas com quem já saí
Nas doideras que já entrei
As pancadas que já tomei

E o que é meu, é o que é meu!

E o que é meu, e o que vai ser
Será que a próxima vai ser você?
Será que a próxima vai ser você?
Será que a próxima vai ser você?

Na calçada com nada na mão
Entretanto não posso ser só mais alguém
Para melhorar vou ter que ir além
Tudo não pode ser demais

Eu não me lembro de estar lombrado
Mas eu lembro quando comecei a beber
Embriagado, porcurando a cara
Chapado, só chego em você.

Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados