Ouvir música

ver todas as músicas

Ninguém É De Ninguém

Grupo Tradição

Quase todo homem chora
Quando traz no peito
Uma saudade uma solidão
Pois ela chega sem demora
Junto com a tristeza
Invadindo o coração
As lágrimas caem dos olhor
Formam enxurrada
Como chuvade verão

Levando pra longe o tormento
Que não sai do pensamento
Pela falta de alguém
É quandom a gente se arrepende
Sofrendo é que se aprende
Ninguém é de ninguém

Sofre de paixão
Tenta resistir
Sabe que é em vão
A tentativa de fugir
Chora coração desesperado
Feito um louco apaixonado
Não adianta resistir