Numa Lembrança

Guerreiros da Luz

A vida tem início no choro de uma criança
Nasce a criança e com ela a esperança
De ver crescer um bom menino ou uma bela dama
Com muita saúde e uma bela infância
Com muita diversão, alegria, correria
Joga bola, basket, escuta rap todo dia
Aniversário, que data especial
Família reunida como se fosse o natal
Parabéns pra você, parabéns
Que deus te dê saúde e você viva mais de cem
Anos de idade, não é pra qualquer um
Hoje em dia é tão difícil completar os vinte e um
Devido à falha humana, devido ao preconceito
As vezes por ganância, fissura por dinheiro
Por falta de respeito, amor e compaixão
Por falta de perdão, mais um corpo no chão

A morte não tem dia e não tem hora pra chegar
Não manda recado, não tem como avisar
A bala desestrutura faz castelo desmanchar
A dor é muito grande faz até negão chorar
As vezes ela vem numa doença repentina
As vezes no disparo de uma bala perdida
As vezes na velhice do vovô já idoso
As vezes no volante embriagado e cabuloso
As vezes de avião no pico da neblina
As vezes opção, a própria vida, suicida
As vezes no recém nascido de parto normal
Nasceu morto enforcado pelo cordão umbilical
A morte pode estar num beco da periferia
A morte pode estar numa madrugada fria
A morte pode estar no amanhecer do sol
Ou até mesmo numa quadra de basket ball...

Espero te reencontrar novamente
Em um outro lugar, num viver diferente
O corpo padece o espírito não
Permanecem as lembranças no meu coração
A vida é assim, vai e vem de repente
Hoje nasce não sabe o que vem pela frente
Se deus quis assim, quem sou pra mudar
Mas espero outro dia te reencontrar

Ataque fulminante, partida sem revanche
Play-off decisivo, não tem segunda chance
Parou respiração, a mão tá formigante,
O corpo todo roxo, só deus nesse instante
- doutor, como é que tá? ele voltou a respirar?
Dá mais adrenalina que ele vai reanimar
- olha sinto muito pelo que eu vou te falar,
Seu irmão infelizmente foi pra nunca mais voltar...

Espero te reencontrar novamente
Em um outro lugar, num viver diferente
O corpo padece o espírito não
Permanecem as lembranças no meu coração
A vida é assim, vai e vem de repente
Hoje nasce não sabe o que vem pela frente
Se deus quis assim, quem sou pra mudar
Mas espero outro dia te reencontrar

Uma lágrima escorre e cai no chão
Quando me lembro dos momentos que não vão
Trazer de volta meu querido irmão
Muleque bom, que tempo bom
Que nunca volta, não volta nunca mais
O meu desejo é que ele esteja em paz
Ao lado do pai, ao lado do pai
Enquanto isso a vida aqui continua
Olho pra cesta que ficava aqui na rua
Em pensamento vejo ele outra vez
Chutou de três, caiu mais uma vez
Partida ganha, que alegria
Felicidade que a gente dividia
Como no pão de cada dia
No banho frio, por falta de energia
Sento na mesa na hora do jantar
Olho pro lado um lugar vazio está
No coração o mesmo sentimento
Cura pra isso, só deus e o tempo
Não tem remédio, não tem bebida
Nem terapia, nem medicina
O tempo ajuda, só ameniza
Somente deus essa ferida cicatriza

Espero te reencontrar novamente
Em um outro lugar, num viver diferente
O corpo padece o espírito não
Permanecem as lembranças no meu coração
A vida é assim, vai e vem de repente
Hoje nasce não sabe o que vem pela frente
Se deus quis assim, quem sou pra mudar
Mas espero outro dia te reencontrar

Ele se foi, mas ainda existe
Em algum lugar eu sei que ele ainda vive
Após a morte eu sei que a vida continua
Num outro mundo, sem amargura
Sem violência, sem tiro, sem dor
Nesse lugar não tem espaço pro rancor
O tic tac do relógio não existe mais
Eternidade, amor e muita paz
Felicidade e alegria constante
Naquelas ruas de puro diamante
E ao redor um muro feito de cristal
Com vários anjos celestial
Cumprimentando o mais novo morador
Um jovem negro, trabalhador
Deixou o mundo e foi pra luz
Viver com cristo no reino de jesus
Se você tiver me ouvindo diego
Um forte abraço, a mãe te mandou um beijo
Espero te reencontrar,
Você se foi mas as lembranças vão ficar
Numa lembrança eu recordo um tempo bom
Numa batida, você curtindo um som
Num terno preto, um bom momento
Padrinho de honra, do meu casamento
Numa camisa do timão, futebol
Numa partida de streetball
Numa canção a sua vida
Esteja em paz, diego luiz da silva

Espero te reencontrar novamente
Em um outro lugar, num viver diferente
O corpo padece o espírito não
Permanecem as lembranças no meu coração
A vida é assim, vai e vem de repente
Hoje nasce não sabe o que vem pela frente
Se deus quis assim, quem sou pra mudar
Mas espero outro dia te reencontrar
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados