Ouvir Música

O Frio

Homem Mau

São os sentidos que me prendem ao mundo

São velhos amigos entre o vil e o tu.

Rasgos de cor e poesia que acorda

Os ventos que beijam o meu corpo nu.



Arrepios que senti ao tocar-te

Beijos que vesti por todo o lado.

Olhares que descrevo de olhos fechados

Luares que perdi ao sonhar acordado.



Eu sou vulgar

Eu sou mais um.

O herói, que perdeu,

Só ficou, o FRIO.



Pedaços de ti no frio da noite

Um corpo sozinho, o olhar que eu vi.

Por tudo o que te disse te peço silêncio

Não falo ao mundo pois eu já o senti.



Eu sou vulgar

Eu sou mais um.

O herói, que perdeu,

Só ficou, o FRIO.



Dei-te a mão ao pedires-me socorro

Fiz-te a cama dormiste no chão.

Claro que fui tudo e agora sou nada

Foste eterna, já não tem solução.



Eu sou vulgar

Eu sou mais um.

Eu sou vulgar

Eu sou vulgar.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

feedback