Ouvir Música

Liberdade e Os Problemas

Instituto Periférico

A liberdade e os problemas

Eu não julgo ninguém, pra não ser julgado
Eu não quero ser o réu parceiro é embaçado
Aprendi na vida que só deus pode julgar
Eu não posso ser preso e para pra pensar
Que a minha liberdade eu curto de montão
Onze horas eu to colando numa festa de um irmão
Eu só da zona sul e vou pra todo lado
Eu não arrumo treta e também não saio voado
Mais se tá ligado que o bagulho assim que é
Vou pra leste zona oeste até na norte eu to de pé
Os manos tá ciente que o bagulho é união
Coisa que eu não quero é cair na detenção
Á desigualdade toma conta do brasil
Dólar na quebrada poucos pobres que já viu
Aqui nessa porra a pobreza fala mais alto
Até no buzão o criminosos fez assalto
Dinheiro na quebrada é difícil ter
Mesmo assim eu to firmão que sirva pra você
Vários maloqueiros fuma um até umas horas
Enquanto no campinho os pivetes joga bola
Quando está chovendo é embaçado pra sair
Droga é que não falta pros malucos se iludir
Mais mesmo assim eu curto a periferia
E só quem é daqui que conhece o dia-a-dia
Vários da um trampo pra fartura da família
E alguns que não trampa estão na correria
Madeirada é que não falta quando tem patifaria
Se liga sangue bom aqui não tem demagogia.

Eu sei o que o sistema que ver
Eu não sou bobo eu eles não vai ter
Eu sei que aqui não tem trampo na cidade
O sistema que ver você atrás das grades.

Mulher e dinheiro é o que todo mano quer
Subir na vida qual pobre que não quer
Mais a minha vida não é movida por dinheiro
Colo na função junto com os parceiros
Mais quem não queria colar de mustang na quebrada
E arrastar a minas que cola na balada
Pra subir na vida tem mano que não pensa
Por isso que tem muitos cumprindo uma sentença
Ando na quebrada e vejo várias fitas
Tem vários ladrões que tenta mudar de vida
São vários pensamentos que eu guardo na memória
São tantos pensamentos a maioria com vitória
Na quebrada tem alegria, dor e simplicidade
Têm vários manos presos e o que resta é só saudade
Assim tem que ser porque eu não posso fazer nada
Por não ter estudos são tantas pessoas desempregadas
Que têm várias dívidas e vários problemas
É pra você ver esse é o salário do sistema
Paro, penso não sei o que fazer
Pessoas com muita fome e não tem nada pra comer
Parceiro eu peço que você para pra pensar
Que sem a sua liberdade a sua vida não vai mudar
O sistema só vê o problema do sistema
Político e rico são os que não cumpre pena
Pra grade parceiro eles não vão me levar
Aqui eu sigo em frente sou vazo é ruim de quebrar
Não da pra ficar nessa porra parado
Com a merda do sistema querendo atrasar o lado
Esquecido aqui eu sou mais um preto
Sem rumo sem nada mas eu amo o meu gueto!!!

Eu sei o que o sistema que ver
Eu não sou bobo eu eles não vai ter
Eu sei que aqui não tem trampo na cidade
O sistema que ver você atrás das grades.
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados