Ouvir Música

Conversa de Pingaiada

Kaco e Neto

Refrão:
Já bebi, cai, levantei
Tornei a beber e cair de novo
Sei que falam mal de mim
Mas eu não dou bola pra língua do povo
Se eu bebo até cair
Pago o que eu bebo e não peço fiado
Faço minha parte só pra não ver
Garçom sem emprego e boteco fechado

Tem gente que diz que bebe
Pra esquecer uma paixão
Tem outros que diz que bebe
Pra fugir da solidão
Tem marmanjo enchendo a cara
Pra chegar na mulherada
Tudo isso é lorota
Conversa de pingaiada

Refrão:
Já bebi, cai, levantei
Tornei a beber e cair de novo
Sei que falam mal de mim
Mas eu não dou bola pra língua do povo
Se eu bebo até cair
Pago o que eu bebo e não peço fiado
Faço minha parte só pra não ver
Garçom sem emprego e boteco fechado

Tem gente que bebe pouco
Outros que bebem demais
Uns bebe até querosene
Outros só água com gás
E o marido que não bebe
É o que toda mulher sonha
Tem homem que bebe e fica machão
Outros deita e morde a fronha

Refrão:
Já bebi, cai, levantei
Tornei a beber e cair de novo
Sei que falam mal de mim
Mas eu não dou bola pra língua do povo
Se eu bebo até cair
Pago o que eu bebo e não peço fiado
Faço minha parte só pra não ver
Garçom sem emprego e boteco fechado
Editar playlist
Apagar playlist
tem certeza que deseja deletar esta playlist? sim não

Momentos

O melhor de 3 artistas combinados